Notícia

surpresa

George Clooney compara Meghan Markle à princesa Diana e deixa aviso: "Já vimos como termina"

O ator defendeu a duquesa de Sussex, de quem é amigo próximo, dos ataques de que tem sido vítima.
12 de fevereiro de 2019 às 11:52
George Clooney defendeu Meghan Markle, afirmando que a mulher de Harry tem sido vítima de ataques constantes por parte da imprensa e do público. Algo que, de resto, já tinha sido dito por fontes próximas da família real britânica.

"[A Meghan] tem sido perseguida e demonizada", começou por dizer, em entrevista à revista 'Who'.

"Ela é uma mulher que está grávida de 7 meses e tem sido perseguida e demonizada da mesma forma que Diana foi, e é a história a repetir-se. Já vimos como isso acaba", afirmou o ator, referindo-se ao fatal acidente de carro da princesa Diana, em 1997, que foi resultado de uma perseguição de paparazzi, em Paris.

Clooney, que é amigo próximo de Harry e Meghan, foi ao casamento real, em maio do ano passado, e passa frequentemente férias com o casal na sua mansão no campo, esclareceu ainda que, ao contrário dos rumores que têm circulado, não vai ser padrinho do bebé dos duques, que nasce na primavera.

"Ah sim, vou ser padrinho da realeza, aparentemente... não! Já sou pai de gémeos, já tenho m**** suficiente em mãos - literalmente!", afirmou, divertido.

Recorde-se que Clooney é pai de Ella e Alexander, de 1 ano e meio, fruto do seu casamento com Amal Clooney.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável