Notícia

Mundo

Morreu Stephen Hawking, um dos mais brilhantes físicos da história

Cientista sofria de Esclerose Lateral Amiotrófica desde os 21 anos. Morreu aos 76.
14 de março de 2018 às 08:18
...
Morreu Stephen Hawking, um dos mais brilhantes físicos da história

O físico britânico Stephen Hawking, cujo trabalho na área da relatividade e dos buracos negros se destacou, morreu na madrugada desta quarta-feira aos 76 anos de idade, na sua casa em Cambridge, anunciou a sua família.

"Estamos profundamente tristes com a morte, hoje, do nosso adorado pai. Foi um grande cientista e um homem extraordinário, cujo trabalho e legado permanecerão por muitos anos", escreveram os filhos do cientista, Lucy, Robert e Tim, num texto divulgado pelas agências noticiosas.

No texto, os filhos de Stephen Hawking acrescentam que a sua coragem e persistência, assim como a sua inteligência e humor inspiraram pessoas por todo o mundo.

Diagnosticado com Esclerose Lateral Amiotrófica (conhecida pela sigla ELA, a doença que matou o cantor português José Afonso) aos 21 anos, Hawking começou por ter um prognóstico de dois anos de vida. Haveria de viver mais de 50 e construir uma carreira brilhante.

Foi um pioneiro a desvendar os segredos dos buracos negros e transformou a forma como os cientistas encaram o universo, com o desenvolvimento da teoria de espaço-tempo. Mas Hawking não se ficou pela academia. Apesar das muitas limitações físicas - nos últimos anos já não conseguia falar e comunicava através de um voz processada por computador - o cientista foi um extraordinário comunicador de ciência, com os livros "Uma Breve História do Tempo" ou "O Universo Numa Casca de Noz" a tornarem-se 'best sellers' internacionais.

Os primeiros anos da carreira (e da vida pessoal) de Stephen foram retratados no filme "A Teoria de Tudo", de 2014, onde fica patente a vontade de viver de um homem que superou todas as limitações que a medicina previu. O filme deu o Óscar de melhor ator a Eddie Redmayne. Na vida real, Hawking casou-se muito novo com a colega de universidade Jane Wilde, com quem teve três filhos. O casamento durou até 1990. O físico viria a ter depois um segundo casamento com Elaine Mason, uma das enfermeiras que tomava conta de si. O enlace que acabou muito mal, com a filha do cientista a acusar Elaine de maus tratos extremos contra o pai.

Hawking era um homem estimado, com um sentido de humor fora do comum. Um exemplo; em 1975, ele e Kip Thorne - que foi galardoado em 2017 com o Prémio Nobel da Física - fizeram uma aposta sobre buracos negros. Vinte anos depois, Hawking deu a aposta como perdida e pagou ao colega um ano de assinatura da revista erótica Penthouse. 

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Saber mais sobre

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável