Notícia

Polémica

Tio de Kate Middleton admite ter agredido violentamente a mulher

A agressão ocorreu após um evento solidário em Londres, quando o casal regressava a casa e taxi.
15 de novembro de 2017 às 08:22
O tio de Kate Middleton, Gary Goldsmith, admitiu em tribunal ter agredido violentamente a mulher no mês passado, após um evento solidário em Londres. 

O empresário de 52 anos e a mulher, Julie-Ann Goldsmith, regressavam para casa de táxi quando tudo aconteceu. Goldsmith garante que estava embriagado. 

O taxista Daniel Shepherd, que transportou o casal, viu a agressão. 

Em tribunal, a procuradora Kate Shilton cita o taxista: "A discussão teve lugar no banco de trás do táxi. Ambos saíram do veículo e o taxista descreve que a mulher deu uma bofetada no rosto do marido". 

"Goldsmith deu um soco no rosto dela, utilizando a mão esquerda", continua a procuradora.

Julie-Ann Goldsmith "caiu de costas", parecendo estar "inconsciente", acrescentou.

A agressão obrigou Julie-Ann Goldsmith, 47 anos, a receber tratamento no hospital. No dia seguinte, 13 de outubro, Goldsmith foi detido pelas autoridades britânicas por violência doméstica. Foi depois libertado sob fiança

A acusação formal do Ministério Público veio no final do mês. Agora o empresário arrisca-se a uma pena máxima de 6 meses de prisão, mas deverá apenas ser condenado a cumprir serviço comunitário.

Gary Goldsmith é o irmão mais novo de Carole Middleton, mãe da duquesa de Cambridge. É considerado a "ovelha negra da família", responsável por vários momentos constrangedores.

A carregar o vídeo ...

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável