'

Notícia

Guerra de audiências

À frente de todos. As indiretas que Fátima Lopes mandou à TVI antes da demissão

A apresentadora mostrou ao longo de vários meses que a sua situação na TVI estava no limite.
08 de janeiro de 2021 às 21:57
Os dias de solidão de Fátima Lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
fátima lopes
Quando Cristina Ferreira virou as costas à SIC e regressou à TVI com carta branca para mexer na programação no canal, cresceram os rumores que Fátima Lopes estava no limite. 

Se publicamente negou qualquer má relação com a nova patroa, nas redes sociais Fátima respondeu com indiretas aos planos que estavam a ser feitos para si dentro da estação. 

Ainda em agosto, ao regressar das férias, a antiga apresentadora das tardes escolheu um poema de Miguel Torga para falar de recomeços. 

"Recomeça.../ Se puderes/ Sem angústia/ E sem pressa./ E os passos que deres,/ Nesse caminho duro/ Do futuro/ Dá-os em liberdade./ Enquanto não alcances/ Não descanses./ De nenhum fruto queiras só metade", lê-se na publicação da apresentadora. 

Pouco depois, Fátima teve oportunidade de em direto com Cristina Ferreira mostrar que não tem medo de mudanças. A nova patroa da TVI recordava uma mensagem que recebeu da colega e então concorrente, dando-lhe os parabéns. "Sabes porquê?", questionou Fátima. "Porque eu não tenho medo dos outros. Eu sou uma pessoa resolvida. Não tenho medo que me roubem o lugar", explicou.

E não ficou por aí. Fátima Lopes ainda dedicou um texto do seu blogue à resiliência pouco antes de ser anunciado que deixaria as tardes da TVI para dar o espaço a Manuel Luís Goucha.

"Ser resiliente é ter dentro de si as ferramentas para enfrentar uma situação. É ter a capacidade de se recuperar depois de um revés qualquer. É quando o mundo desaba ao nosso redor e mesmo assim nós conseguimos levantar-nos. Porque resiliência é uma competência que nos ajuda a lidar com pressões, stress, situações adversas", escreveu.

Esta sexta-feira, 8, a TVI confirmou a saída repentina da apresentadora 11 anos depois da sua estreia no canal por não ter aceitado "dar seguimento ao projeto ['C’è posta per te'] nos moldes que lhe foram propostos".

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever