Notícia

António costa

António Costa tem um casamento "muito feliz"

A mãe, Maria Antónia Palla, conta ao site FLASH! como é o primeiro-ministro na intimidade, como filho e ainda como marido e pai.
Por Isabel Laranjo | 25 de setembro de 2015 às 00:00
...
António Costa tem um casamento "muito feliz"

Para Maria Antónia Palla, jornalista, de 82 anos, António Costa será sempre o seu "menino muito querido e bem comportado". É a voz do coração de mãe a falar do político mas que, para Maria Antónia, será sempre o filho. 

"Sempre foi um bom menino, muito responsável, logo desde a escola primária. Nunca me deu problemas, nem na fase do liceu, nem nos tempos da faculdade. Posso orgulhar-me de ser uma mãe com muita sorte", partilha, em exclusivo, com a FLASH!, a jornalista.


...
Maria Antónia Palla, mãe de António Costa
Maria Antónia Palla tinha 28 anos quando António, o segundo filho do seu casamento com o escritor Orlando Costa, nasceu. "Foi sempre uma criança muito fácil, com muito bom feitio". António fez o seu percurso. Casou-se, há 27 anos, com Fernanda Tadeu, professora, teve dois filhos, Pedro e Catarina, e, atualmente, disputa o lugar de primeiro ministro, frente a frente com Pedro Passos Coelho. Um deles sairá vencedor; o outro líder da oposição.

Maria Antónia Palla não pensa muito nisso. Prefere continuar a olhar para o filho com o olhar materno e doce, de sempre. "Não o vejo como primeiro ministro, nem sequer como político. Para mim é o meu filho. O que quero é que ele tenha sempre saúde e que consiga alcançar o que deseja". 

Ainda assim, a jornalista avança: "Podem confiar no trabalho dele. Sempre assim foi, e será, qualquer que seja o cargo que ocupe".

"NÃO QUERIA UM MARIDO COMO ELE"

Apesar de não poupar nos elogios ao filho, Maria Antónia Palla também sabe reconhecer-lhe defeitos. "Por vezes irrita-se. Irrita-se muito com a estupidez. O António aceita críticas mas têm que ser bem fundamentadas. É um homem muito firme
nas suas convicções e não gosta de ser contrariado". 

A jornalista, que tem uma ligação muito próxima com o filho, a nora e os netos, admite, também que "não queria" ter um marido como ele. "Tem uma vida muito irregular; nunca se sabe quando vai jantar a casa ou onde vai estar no dia seguinte. Mas ele e a Fernanda, com muito amor, têm conseguido ultrapassar essas diferenças e são um casal muito feliz". 

Na qualidade de pai, António Costa faz questão de estar sempre presente na vida dos filhos. "Telefona, várias vezes por dia, para os meus netos. É um pai dedicadíssimo!". Catarina, a filha mais nova, de 22 anos, é muito chegada ao pai e, sempre que pode, também o acompanha, nas andanças políticas. 

O mesmo tem feito a mulher, Fernanda Tadeu. Apesar de ser muito discreta, a professora tem surgido ao lado do marido em quase todas as ações de campanha eleitoral.


...
A mulher e os filhos de António Costa, Fernanda Tadeu com Pedro e Catarina
Maria Antónia Palla também faz questão de estar ao lado do socialista, nesta fase da sua vida.Não pela política, garante. "Vou estar num almoço de campanha e na noite eleitoral irei acompanhá- lo. Mas não tem nada a ver com a política. Estarei ao lado dele porque é o meu filho", realça a jornalista.

A IRMÃ QUE NUNCA CONHECEU

A infância de António Costa ficou marcada pelo divórcio dos pais, quando tinha apenas um ano. Para o pequeno ‘Babush’ –
é assim que é tratado em família – o que acontecia no mundo dos adultos ainda não era compreensível.

À medida que foi crescendo, António apercebeu-se que algo tinha marcado, para sempre, o enlace dos pais: o falecimento de Isabel, a irmã que nunca chegou a conhecer, e que partiu com apenas quatro anos, num acidente de viação. "É uma dor que nunca acaba. É um assunto no qual não tocamos, é muito doloroso e nunca foi ultrapassado", confidencia a mãe do socialista.


...
António Costa com a mulher Fernanda Tadeu e a mãe Maria Antónia Palla
Mais tarde, António Costa teve outro irmão, o jornalista Ricardo Costa, fruto do segundo casamento do pai. Hoje em dia, os irmãos têm que gerir, muito bem, as suas relações profissionais. 


Ricardo é diretor do semanário ‘Expresso’ e um jornalista reconhecido na área da política."O Ricardo tem um papel difícil para gerir", analisa Maria Antónia Palla. "Só que, como dois irmãos que se amam, na sua vida privada superam essas questões", afiança a jornalista.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
Anónimo 10.06.2017

E amigo do seu amigo

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;