Notícia

Entrevista

As confissões surpreendentes da estrela da nova novela da CMTV, Mafalda Luís de Castro, no Brasil

Foi nas belas paisagens de Fortaleza, Brasil, que a atriz se disponibilizou para revelar um pouco mais de si. Reservada mas muito divertida, Mafalda, de 29 anos, sonha ser mãe, tem quase duas décadas de representação e fala sobretudo… sem tabus.
Por Hugo Alves | 13 de dezembro de 2018 às 16:13

Foi no belo cenário do hotel D. Pedro Laguna, em Fortaleza, Brasil, que Mafalda Luís de Castro, uma das protagonistas da nova novela da CMTV, 'Alguém Perdeu', abriu o coração à FLASH! e falou dos seus bichos e da nova forma de encarar a vida que encontrou...

...
Mafalda Luís de Castro Foto: Liliana Pereira

Afastou-se da ficção nacional há mais de dois anos. O que aconteceu?
As pessoas acham que estou chateada com o meio, mas não. Simplesmente gosto de equilibrar o que vou fazendo e gosto de poder escolher. Sei que é um risco que corro a ponto de a minha avó e a minha mãe dizerem que eu sou muito rebelde e que não devia afastar-me tanto tempo, mas eu sempre fui assim. Sempre fiz o que queria. E como tem corrido bem…

Mas tem trabalho?
Sempre! Quando não tenho novelas tenho dobragens de voz em animação, peças de teatro – embora saiba que não é dai que vem o dinheiro. Mas, para dizer a verdade, sinto-me realizada assim. Gosto de fazer novelas, produtos para televisão, só de vez em quando, não constantemente, até porque não quero sentir-se cansada do que faço. Todos sabem que fazer novela é muito violento e, depois do processo, gosto de parar, quer pelo corpo quer pela mente. E depois tenho que me dedicar à minha família não humana.

Como assim?
Aos meus cães, gatos… sou uma mãe muito dedicada. Coisa que com uma novela é mais complicado. Para verem, metade do meu dia, normalmente, quando não estou a gravar é passado a passear cães, a dar medicamentos, a limpar areias de gatos porque eu quero que esta minha família, não humana, seja feliz. E eu quero desfrutar do meu tempo com eles.

Mas sente que a Mafalda é um bocadinho incomum nesta área?
Sim, porque gosto de explorar outras coisas na vida. Só me irrita não ter tempo de explorar tudo o que quero. Isto apesar de adorar ser atriz. E não me importo de ser a pessoa incomum desta área. Dou-me muito bem com isso.

Voltando atrás. Não tem saudades da azáfama da televisão? Ou diz muitas vezes que não…
Tenho sempre saudades de voltar. Por isso, agora vou fazer parte do projeto da CMTV. Mas por isso é que faz bem estar ausente alguns períodos. Quando regresso sabe-me mesmo bem e dedico-me mais a fundo, que é o que estou a fazer desta vez. Estou mesmo com muita vontade.

O que é que pode contar do projeto da CMTV, 'Alguém Perdeu'?
Pouco (risos). É segredo. O convite na realidade foi agridoce.

Então?
Eu ia viajar, ia-me embora em janeiro e só regressava em junho e, por isso, o convite foi uma facada, porque subitamente não posso viajar, a minha primeira grande viagem sozinha. Mas eu não podia dizer que não porque, por um lado, o projeto é super ambicioso e, por outro, estou há dois anos sem fazer televisão. E lá vou eu fazer 'Alguém Perdeu' e ainda para mais vou ser protagonista, o que significa que vai ser muito intenso. Mas estou muito entusiasmada porque vai ser o primeiro projeto de ficção do canal. Como dizer que não? Impossível! Estou super contente.

UMA VIDA DIFERENTE

Estás quase a fazer 30 anos. Isto também a levou a repensar a sua vida?
Eu acho que é igual (pensa). Claro que estou uma pessoa mais responsável. Mas acho que a idade não trás peso.

A idade levou- a cuidar mais de si?
Faço infelizmente muita asneira. Odeio-me (risos). Mas tento compensar noutras: como coisas que não devia mas depois compenso no exercício apesar de odiar ginásios (risos). É um sofrimento para mim.

Porquê?
Faço mesmo um frete quando vou ao ginásio e o meu PT está sempre a chatear-me. Confesso aqui que estou sempre arranjar desculpas para não ir – desculpas que, depois de ele ler esta entrevista, não vão pegar mais (risos). É que isto de ser vegetariano não emagrece, especialmente quando não se tem cuidado, engorda-se mesmo. Por isso tenho cuidado, bebo água – que também odeio (risos).

A Mafalda é conhecida por advogar muito os direitos do animais e defendê-los com unhas e dentes. Mudou inclusive a sua alimentação há alguns anos…
Foi há cinco ou seis anos que comecei a ser vegetariana e fi-lo por questões éticas. Primeiro deixei de comer carne, depois peixe e mais recentemente, há três anos, deixei mesmo de comer os derivados, como leite, ovos e passei a ser vegan.

Foi fácil?
Comecei a olhar para o meu cão e não ver nenhuma diferença para com os outros animais. Foi aí, começou a mexer muito com a minha cabeça daí a ser vegan foi um salto. Mas fiz tudo de forma gradual e saudável. E hoje faz todo o sentido.

Mas é fácil no dia a dia fazer a sua vida seguindo os seus princípios?
Temos muita coisa boa aparecer. Restaurantes de comida vegetariana aparecem como cogumelos. E ser vegan requer alguma habituação mas se fores uma pessoa prática é fácil. Nem que faças tu a tua comida.

A carregar o vídeo ...

COMO TUDO COMEÇOU

Começou a representar muito cedo, aos 11 anos. É estranho ver que tem uma carreira de quase 2 décadas?
Eu tenho 17 anos de carreira – pareço um dinossáurio a falar (risos). Sou antiquíssima (risos). Eu cresci neste meio e, para mim, é tudo natural.

Lembra-se quando sentiu o chamamento?
Lembro… a minha irmã é que nasceu com esta vocação e sonho. E eu também queria por imitação, a verdade é essa. Nós íamos aos castings juntas e tudo. Até que um dia fiquei eu num casting que era para ela. Foi um processo complicado porque a minha irmã Joana era adolescente eu tinha apenas 11 anos. Ela ia fazer o casting para a novela 'Olhos D’Água', eu ia só acompanhar e quando chegámos, o António Pedro Cerdeira, que estava a fazer o casting, olhou para mim e disse que eu tinha o perfil ideal e acabei por ficar.

Como foram os primeiros dias?
Eu não percebi nada daquilo e foi a minha irmã, coitada e a minha mãe que tiveram de me ajudar em tudo. Mas depois acabou por ser natural.

Esperava chegar aqui? Que 17 anos depois continuasse a ser atriz?
Sempre soube em pequenina que ia fazer parte disto. Não sei explicar…

A carregar o vídeo ...

VIDA PESSOAL MISTERIOSA

O seu coração está ocupado?
Não falo da minha vida pessoal. Eu sei que pareço arrogante, mas sei que se falar deste meu lado abro um livro que não quero ver devassado. Sei lá se a relação vai durar, se isto não acaba. Não quero ser julgada por isso. Por isso prefiro não falar. Sempre foi assim… e eu percebo a curiosidade.

Mas quer ser mãe?
Quero! É um sonho. Tive dois irmãos mais novos e fui também de alguma forma mãe deles: mudei-lhes fraldas, dei-lhes biberão… até hoje em dia sou.

Como assim?
Ligo-lhes a saber das notas, dou-lhes na cabeça mas também os ajudo a esconder umas coisas dos nossos pais (risos). No entanto, e voltando um pouco atrás, se não fui mãe é porque sinto que tenho ainda muita coisa para fazer.

Então?
Quero muito viajar! Quero conhecer o mundo. Senti esse chamamento recentemente. Era um sonho que eu tinha que eu achava que não podia concretizar por causa dos meus bichos, não me sentia no direito de os deixar. Porque quando for quero ir por muitos meses. Mas depois comecei a ver que só estava a pensar neles, e que devia também pensar em mim para eles terem uma "mãe" saudável. E então decidi que vou fazer.
 
E quer ir sozinha?
Sim… à aventura e à louca.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável