'

Notícia

Coronavírus

Cláudio Ramos parte a loiça toda: "A ignorância e a irresponsabilidade destas almas é bem maior que as ondas da Nazaré"

O apresentador reage às imagens das milhares de pessoas concentradas na Nazaré para ver as ondas gigantes.
29 de outubro de 2020 às 15:36
Imagens chocantes. Milhares de pessoas juntam-se (sem distanciamento e muitas sem máscara) para ver surfistas na Nazaré
Há ondas gigantes na Nazaré e a multidão juntou-se para ver os surfistas mais famosos do mundo. Portugal registou esta quinta-feira, 29, 4224 novos casos de infeção por coronavírus, 33 pessoas morreram nas últimas 24 horas
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Multidão na Nazaré
Cláudio Ramos mostrou-se revoltado ao ver as imagens de milhares de pessoas sem distanciamento social, e muitas sem máscara, na Nazaré, que juntaram-se para ver os surfistas mais famosos do mundo a apanhar as ondas gigantes. 

"Era agarrar um a um, metê-los dentro de uma sala e explicar que enquanto eles fazem esta estupidez há avós que não abraçam os netos. Há pais que estão afastados dos filhos. Há profissionais de saúde esgotados. Há professores a fazerem de pais e pais a fazerem de professores. Há crianças que não podem ser crianças como eles foram. Temos a nossa terceira idade sem perceber o que se passa em muitos lares à espera de dias melhores e os seus colaboradores a correm riscos todos os dias", escreveu o apresentador no Instagram.

"Há gente sem trabalhar. Há gente sem ganhar dinheiro. Há uma economia a estagnar e, se fosse preciso, era fazer-lhes um desenho onde eles entendam que há gente a morrer, caramba! Mas pensando bem, se eles acham mais importante que tudo isto [é] irem ver ondas gigantes não sei se entenderiam. Posso ser só eu a pensar assim, mas palpita-me que além de egoístas a imaturidade, a ignorância e a irresponsabilidade destas almas é bem maior que as ondas da Nazaré!".

De acordo com o comandante do Porto da Nazaré, Zeferino Henriques, "o acesso pedonal vai ser proibido e vamos apelar à dispersão das pessoas concentradas junto ao Forte de S. Miguel para tentar reduzir os aglomerados", disse à agência 'Lusa', citada pelo 'CM'. 

Portugal registou esta quinta-feira, 29, mais um recorde do número de infetados com o novo coronavírus: 4224 pessoas, houve 33 óbitos por covid-19 nas últimas 24 horas.

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever