Notícia

Dor

Estrela na novela da SIC, Noémia Costa revela drama que viveu como emigrante em Inglaterra

Aos 53 anos de idade, a atriz de 'Terra Brava' comeu o pão que o diabo amassou a viver fora do país. Antes da mudança não conseguia pagar as contas.
08 de novembro de 2019 às 20:19
Desempregada, Noémia Costa relata momentos difíceis como emigrante
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
Noémia Costa
De volta a Portugal para dar vida a Prazeres, de 'Terra Brava', novela da SIC, Noémia Costa viveu dias difíceis como emigrante. 

A atriz esteve 2 anos sem trabalho e foi obrigada a mudar-se para Inglaterra, onde foi trabalhar com pessoas com demência profunda. Em entrevista à revista TV Guia, diz que não chegou ao extremo de passar fome, mas recorda os dias difícies que viveu.

Agora diz-se "abençoada" com este papel na novela da sucesso da SIC.

A Noémia teve de emigrar aos 53 anos para sobreviver?
Sim, para me sustentar e pagar as minhas contas.

O que fez em Inglaterra?
Trabalhei com dementes profundos. Coloquei o meu currículo numa plataforma de empregos e fui aceite para trabalhar com pessoas com demência profunda. Fiz variadíssimas formações. Costumo dizer que de Inglaterra trouxe, além de uma lição brutal de vida, muitos certificados.

Estava no limite das necessidades básicas, como pagar a conta da água ou da luz, comprar comida, quando emigrou?
Se não tenho ido para Inglaterra, teria sido gravíssimo. Não passei fome, nada disso. Não me deixei chegar ao limite, mas, antes que isso acontecesse, fui à luta. Nós, atores, não temos direito a subsídio de desemprego, só o dever de pagar impostos.

Nunca perdeu a fé no regresso à sua profissão de atriz?
Nunca! Eu não via esta Terra Brava acontecer, mas nunca perdi a fé nela. Estou muito grata aos dois anjos que Deus colocou no meu caminho: o Adriano Luz e o Daniel Oliveira.

Leia a entrevista na íntegra na 'TV Guia' desta semana.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
Anónimo Há 3 semanas

A Inglaterra em termos de direitos dos trabalhadores, é uma lástima, despede-se quem e quando se quer. Nesse campo está bem longe de ser 1º mundo, como a Escandinávia por ex. E se não se é trabalhador especializado, é quase escravidão, fazem das pessoas autenticos objectos, quem por lá anda sabe do que falo.

Isabela Miranda Há 4 semanas

Quer encontrar uma garota por uma noite? Bem-vindo - www.GetMeets.com

Anónimo Há 4 semanas

Ninguém esteja à espera de justiça humana em Portugal, porque isso é nunca...

Graça Martins Há 4 semanas

Mas não foi esta senhora que, há uns anos atrás, desprezou e negou ajuda ao então seu marido tb actor?

ver mais comentários

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável