Notícia

memória

Júlia Pinheiro recorda o trágico desaparecimento da pivô da TVI: "A Rute era mesmo uma princesa"

Apresentadora da SIC trabalhou com Rute Cruz na TVI e recorda o momento dramático em que ela perdeu a vida.
08 de novembro de 2018 às 12:31
Júlia Pinheiro usou a foto que ilustra o artigo da FLASH! sobre Rute Cruz para recordar a morte desta "princesa", que aconteceu há 10 anos, mas que ainda é difícil de digerir para os colegas que com ela trabalharam na TVI. 

"Hoje não contava escrever sobre a Rute Cruz", começa por dizer a estrela da SIC, que recordou a colega depois da FLASH! ter publicado um artigo sobre a pivô da TVI. "Tenho-a guardada num local dourado do meu coração", continua Júlia.

Quem também não se esqueceu de Rute foi José Carlos Araújo com quem a jornalista fazia dupla no 'Diário da Manhã'. P pivô continua a recordar emocionado o desaparecimento da jornalista: "Rimos e chorámos juntos nas melhores e piores situações até quando fomos afastados... mas nunca separados". 

Ver esta publicação no Instagram

Há 10 anos a doença conseguiu derrotar fisicamente a Rute. Mas o espírito batalhador, desafiador e inconformado da minha amiga e parceira de ecrã na @tvioficial vingou até ao último suspiro. Rimos e chorámos juntos nas melhores e piores situações até quando fomos afastados...mas nunca separados. Isso , nada nem ninguém há-de conseguir. Acredita que a tua voz (estridente ) continua a ecoar entre aqueles que gostam de ti

Uma publicação partilhada por José Carlos Araújo (@jose_carlos_araujo_jornalista) a



Ideia igual tem Júlia: "Era corajosa, brava e determinada. Nada lhe metia medo. E era uma campeã da generosidade. Trabalhámos lado a lado, na TVI. Fez uma dupla magnífica com o José Carlos Araújo".

E continua:

"Um dia, numa manhã muito triste para mim, aproximou-se de mim, na sala de maquilhagem da TVI e sussurrou: "não se preocupe, a sua filha vai sobreviver, eu sei porque todos os dias, a partir de hoje, vou ter uma prece para ela". Neste dia, ninguém sabia que o destino da Rute seria trágico. Muito menos ela, tão inteligente e lúcida. Alguns anos, mais tarde chegou a leucemia.

A carregar o vídeo ...

Rute casou com o amor da sua vida, muito doente, e ainda assim, otimista e cheia de fé. Também lhe ofereci todas as minhas preces trapalhonas, porque falo com Deus num dialeto muito meu e, depois,  fomos tendo as notícias de um longo estertor de dor e de tristeza. José Carlos Araújo, seu colega de antena, parecia amputado e desnorteado. Adorava-a, porque era impossível não sucumbir ao encanto de uma mulher com tanto caráter e dignidade.

Fui despedir-me dela, num dia muito difícil, na Basílica da Estrela. A mãe olhava-a com o espanto de quem não acredita que o destino tem isto para nos dar: a partida de um filho. E o pai, num meio de um abraço muito apertado, disse-me: ela era a nossa princesa. Reitero aqui estas palavras com uma década: era mesmo uma princesa", remata Júlia, num texto emocionado no seu blog

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável