Notícia

Polémica

Leia o teor do relatório médico de Pedro Strecht que irritou Carrilho

Os supostos amassos de Manuel Maria Carrilho ao pedopsiquiatra Pedro Strecht no tribunal vieram no seguimento de um relatório em que o médico arrasa o ex-ministro e o acusa de manipular o filho contra a mãe, a apresentadora Bárbara Guimarães.
Por João Bénard Garcia | 17 de fevereiro de 2017 às 13:14
...
Leia o teor do relatório médico de Pedro Strecht que irritou Carrilho
Foto: cofina media

O pedopsiquiatra Pedro Strecht abriu um processo-crime por injúria agravada e ofensas à integridade física qualificada contra o ex-ministro socialista da Cultura, Manuel Maria Carrilho, que acusa de o ter insultado com palavrões, empurrado contra a parede e agredido fisicamente num corredor do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP), no Campus da Justiça de Lisboa, a 22 de janeiro de 2016.

O médico tinha sido chamado a uma das audiências do processo de proteção e regulação do poder parental de Dinis Maria, de 13 anos, e de Carlota, de 6, por ter sido o autor de um relatório polémico sobre o rapaz - cujos excertos o site FLASH! publica aqui - e terá sido então agredido pelo ex-político e ex-professor de Filosofia, de 65 anos, pai dos dois filhos da apresentadora da SIC Bárbara Guimarães, de 43.

...
Bárbara Guimarães

Ontem, dia 16, pela tarde, Manuel Maria Carrilho reagiu, em comunicado, numa resposta à notícia avançada pela manhã, no Jornal de Notícias, que dava conta de ter sido publicado, no site da Procuradoria Distrital de Lisboa, que o pedopsiquiatra lhe tinha instaurado um processo-crime.

"O Jornal de Notícias de hoje publicou, com chamada de 1ª página, uma notícia intitulada ‘Carrilho acusado de agredir psiquiatra’. Trata-se de Pedro Strecht, pedopsiquiatra cuja atuação de conúbio com a minha ex-mulher denunciei em tribunal, em Janeiro de 2016, atuação que visava descredibilizar os depoimentos feitos pelo meu filho no Tribunal Criminal de Lisboa em janeiro de 2015, e no Tribunal de Menores, em janeiro de 2016, declarações que infelizmente tiveram ampla divulgação pública, e cuja autenticidade foi certificada por técnicos do Instituto de Medicina Legal, contrariando assim frontalmente um relatório de P. Strecht que, depois de uma única consulta, se dispôs a fazer de acordo com as conveniências judiciais da minha ex-mulher, e mentindo sem escrúpulos sobre a situação do meu filho", escreveu o ex-político na sua página pessoal no Facebook.

O RELATÓRIO QUE IRRITOU CARRILHO

Ora o site FLASH! foi reler o que o conhecido pedopsiquiatra escreveu no relatório de 18 de março de 2015 sobre Dinis Maria - que consta no processo-crime de violência doméstica e de difamação interposto pela estrela da SIC - e que tanto irritou Manuel Maria Carrilho, ao ponto de agora o ‘ex’ de Bárbara ser acusado de dois crimes com gravidade. "O Dinis Maria referia ainda o desejo expresso de ir viver com o pai, mas de uma forma que não configurava uma expressão de uma vontade livre e natural", concluiu o especialista.

O médico terá ainda especificado algo que também não terá agradado muito a Manuel Maria Carrilho: "a figura materna era envolvida de descrições negativas, que pareciam claramente coladas a um discurso adulto-amorfo e não a uma análise emocional própria e livre de uma criança desta idade".

...
Pedro Strecht

No relatório ficou plasmado, preto no branco, que as consultas de Pedro Strecht com Dinis Maria não estavam a resultar e que o culpado pelo facto estava bem identificado: era o pai. "Foi então desde logo nossa ideia clínica que as consultas ao Dinis estariam a evidenciar a instrumentalização emocional desta criança pelo pai, dotando-o de uma carapaça defensiva em relação a qualquer tipo de intervenção terapêutica que se deseja neutra", considerou.

No mesmo relatório, o pedopsiquiatra foi mais longe e duro nas conclusões: "é impossível não assumir que esta situação implica grave risco emocional e futuro do Dinis, não só a nível pessoal, como relacional, sugerindo-se o rápido balizamento jurídico da possibilidade de continuidade de exposição da criança a estas vivências", sugerindo um suposto afastamento do pai.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável