'

Notícia

Derby Sporting-Benfica

Depois da morte junto ao Estádio da Luz, Marcelo Rebelo de Sousa apela ao fim da violência no desporto

No dia do Derby lisboeta, em que já morreu um adepto sportinguista, o Presidente da República chama a atenção para a importância do 'fairplay' entre adeptos.
Por Carolina Pinto Ferreira | 22 de abril de 2017 às 15:43
A carregar o vídeo ...
Marcelo Rebelo de Sousa, de 68 anos de idade, não se mostra indiferente aos desacatos que poderão acontecer ao longo do dia deste sábado, 22, devido ao encontro do tão esperado Derby Sporting-Benfica, que terá lugar no Estádio José Alvalade, às 20h30.

Durante o discurso no 15º Encontro Nacional de Associação Juvenis, organizado pela Federação Nacional de Associações Juvenis, em Viana do Castelo, o chefe de Estado chamou a atenção para a violência despoletada pelo desporto. "Não faz sentido. O desporto é uma escola de civismo não pode ser um palco de lutas estéreis. Não faz sentido. Também aí o vosso papel é essencial", dissertou.

Incomodado com os episódios de violência que se geram principalmente em torno do futebol, o Presidente da República mostrou a sua incompreensão perante tais atos de agressão. "Não compreendo, francamente. Não que haja, obviamente, posições diferentes numa sociedade democrática, mas que o clubismo chegue ao ponto de gerar violência. A violência verbal e física. Penso que todos devemos apelar todos os dias, em especial, em certos dias, contra a violência verbal e física, em tudo. Na sociedade naquilo que é o combate de ideias mas também no desporto", afirmou.



Estas declarações de Marcelo Rebelo de Sousa são feitas no mesmo dia em que já morreu um adepto do Sporting, na madrugada que antecede o grande jogo contra os encarnados. Um homem de nacionalidade italiana, de 41 anos, ligado à Fiorentina e ao clube dos leões, foi morto perto do Estádio da Luz. O adepto que estava acompanhado por membros da Juve Leo, claque do Sporting, não resistiu às lesões de um atropelamento, que aconteceu por volta das 3 horas da manhã.

O atropelamento deu-se durante um confronto entre a claque sportinguista e a benfiquista. O condutor põs-se em fuga e o corpo foi encontrado no chão.

A possibilidade de homicídio está a ser investigada pela Polícia Judiciária.



Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever