Notícia

revelação

Mulher de Rui Patrício aconselha masturbação no estágio da Seleção: "Ajuda no stress e ansiedade"

Vera Ribeiro, psicóloga e especialista em sexualidade, garante que os jogadores beneficiam se tiverem vida sexual durante os estágios. "A abstinência forçada não é nada positivo".
07 de junho de 2018 às 15:03
A mulher de Rui Patrício é psicóloga e é especialista em sexologia. Vera Ribeiro assume que os jogadores profissionais de futebol devem continuar a ter uma vida sexualmente ativa mesmo em estágio... e que se não puderem ter a companhia das mulheres, em determinada altura, devem recorrer à prática da masturbação... que vai ajudar a controlar os níveis de ansiedade e stress. 

A especialista, que lançou recentemente o livro, 'Manual de Sedução', esteve esta quarta-feira na SIC a falar dos benefícios do sexo na vida de um jogador. Aqui, Vera joga em casa: é que a psicóloga fala por experiência própria, já que está há alguns anos com Rui Patrício, com quem já teve dois filhos.

"O jogador de futebol não deve abster-se de ter relações sexuais antes dos jogos, mas também sabemos que em termos de rotina também não estão em contacto com as famílias, portanto, neste caso do Mundial, estão na Rússia", diz Vera Ribeiro, convidada do programa 'Dr. Saúde'. "Não podemos associar a performance desportiva com a ocorrência de sexo", assegura, explicando que a Seleção da Rússia permitiu que os jogadores tivessem relações sexuais com as respectivas companheiras durante um estágio.

"Quanto maior a atividade sexual maior a produção de testosterona. Há a ideia de que quando um homem ejacula, quando há relações sexuais, os níveis de testosterona descem e assim ficam. Obviamente há uma reposição lenta, o que não é aconselhado a um atleta ter relações sexuais e duas horas depois ter a competição. Isso não é aconselhável", refere a psicóloga. "A não ser que estivesse cientificamente provado que os resultados eram fantásticos, aí seria uma rotina introduzida nesse tipo de competições", acrescenta.

"Obviamente que a parte psicológica, sentimental e bem-estar que [o sexo] promove, o fato de estar equilibrado nesse nível, vai trazer aspectos positivos à sua performance", explica a psicóloga. "Quando falamos de abstinência forçada, que digam que não pode estar com a mulher, há um contra-senso e não é nada positivo", acrescenta.



Mas quando questionada pelo apresentador do programa, se os jogadores, estando longe, deviam recorrer à masturbação, Vera responde: "Aí poderão obter os tais benefícios, que é o melhor sono, melhor descanso. Os níveis de cortisol são mais controlados, tem melhores resultados no stress e ansiedade". 

Assim, fica a dica da especialista para os 23 eleitos de Fernando Santos.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável