Notícia

Quem Quer Namorar com o Agricultor?

Passado dramático: Ângel agredida na adolescência... pela mãe que nem conhecia

A candidata do agricultor de Elvas só conheceu a mãe quando era adolescente, e, mesmo assim, sempre a maltratou. Ângel não esquece o abandono dos pais.
20 de abril de 2019 às 20:56
O passado de Ângel, uma das candidatas de João Neves, deixou-lhe marcas para a vida. Aos 45 anos, 30 dos quais passou em França, a concorrente do 'reality show' da SIC relembra com muita mágoa tudo aquilo que viveu ao longo da sua infância.

Uma mulher reservada e de poucas palavras, decidiu agora abrir o livro da sua vida. Durante mais de uma década, Ângel viveu enganada quanto à identidade da mãe biológica. Conhecia Elvira, a mulher do pai, como sua progenitora.

Só na adolescência é que a irmã mais velha, filha dos mesmos progenitores da candidata, lhe contou a verdade acerca dos seus pais. "Ela um dia chegou-se ao pé de mim e disse que a Elvira não era nossa mãe. São palavras que nunca mais vou esquecer", contou à revista 'TV7 Dias'.

Ângel foi abadonada pela mãe quando o pai decidiu emigrar. "Ela [a mãe] foi atrás do meu pai para Moçambique, encontrou lá outro homem, que foi o pai da minha irmã a seguir, e ela ficou lá com esse senhor." O progenitor da candidata voltou, já esta sabia andar, acompanhado de outra mulher que, até então, a pretendente de João Neves viu como mãe.

 Quando Ângel estava em plena adolescência, o pai voltou a emigrar, desta vez para o Luxembrugo, e deixou-a entregue à família e amigos. Esta rutura entre pai e filha fez com que, até hoje, não tenham uma relação próxima: "Não temos diálogos, não temos festas de Natal, nem de aniversário. Não há relação", afirma. 

Foi poucos dias depois do pai de Ângel ter viajado para o Luxemburgo que a mãe biológica decidiu reaparecer para "a ir buscar". Rodeada de poucas pessoas em quem confiava, decidiu aceitar o convite e viveu um dos piores pesadelos da sua vida. 

A candidata de João Neves foi agredida e maltratada. "Quando ela me deu a primeira chapada fiquei a pensar que tinha feito alguma coisa de mal, porque o meu pai e a minha madrasta nunca me tinham batido. Ela dizia que eu era uma pessoa muito trombuda, estava sempre a rebaixar-me."

Foi aos 15 aos 16 anos que a concorrente de 'Quem Quer Namorar com o Agricultor?' decidiu fugir deste inferno, num dia em que deixou a irmã na escola e "desapareceu".

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável