Notícia

Investigação

PJ ataca corrupção na Inspeção-Geral das Finanças

Buscas nas Finanças, no Ministério da Defesa e Cruz Vermelha.
11 de dezembro de 2018 às 12:10
...
PJ ataca corrupção na Inspeção-Geral das Finanças

As suspeitas de venda de informações confidenciais para o exterior, por parte de inspetores das Finanças, já deram origem a duas constituições de arguidos, e abriram uma guerra de denúncias dentro da Inspeção-Geral das Finanças (IGF), por uma série de crimes que visam vários altos responsáveis - sendo o próprio inspetor-geral, Vítor Braz, o principal suspeito - o que levou esta manhã a uma operação da Unidade Nacional de Combate à Corrupção da Polícia Judiciária, acompanhada por cerca de uma dezena de magistrados do Ministério Público, apurou o CM. Há buscas na sede da IGF, em Lisboa, no Ministério da Defesa e também na Cruz Vermelha Portuguesa.

Primeiro, há suspeitas da existência de "toupeiras" naquela entidade de fiscalização do Estado, ao servico de interesses privados, a troco de subornos; e depois estão sob investigação altos responsáveis que acumulam funções na IGF com cargos, remunerados, em empresas públicas que têm por missão fiscalizar - o que levanta um eventual conflito de interesses.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
Anónimo 23.05.2019

Alguns desses escroques participavam em grandes jantaradas
com empresários, onde aconselhavam os mesmos, a fugir ao fisco (AT).
Outro viveiro de corrupção são as delegações regionais do ministério da agricultura, é fartar vilanagem!
A função pública está entregue aos bichos!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável