Notícia

sofrimento

Quimbé revela que esteve a um passo do suicídio: "Já sabia como ia fazer, estava no fundo do poço"

Ator que participou no 'Inspetor Max' revela momento em que decidiu acabar com a vida e que uma conversa com uma amiga o ajudou a sair do buraco. "Peçam ajuda, falem", alerta Quimbé.
23 de setembro de 2020 às 08:55
A carregar o vídeo ...

Quimbé, ator conhecido por ter sempre um bom astral, revela um episódio negro da sua vida que podia ter acabado da pior maneira... como aconteceu com Pedro Lima, que não resistiu a uma forte depressão e acabou com a sua própria vida, deixando um família desamparada.

Apelando para que se procure ajuda, Quimbé, que recentemente assumir estar separado, fala de um momento negro na sua vida e que só conseguiu ultrapassar graças à ajuda de uma amiga.

"Nunca compartilhei com ninguém (...) O Quimbé, apesar de ser muito histriónico e divertido, também vai ao fundo. E eu já estive lá, mesmo no fundo. A dor era tão forte... era duro, então pensei, por que não o suicídio. Não foi nada fácil!", começou por explicar num vídeo gravado para promover a saúde mental com o apoio da Direção Geral da Saúde.

"Quando uma pessoa se quer suicidar, e eu falo por mim, sei, estive lá, não dizes a ninguém", garante. "Tive uma conversa com uma pessoa, que me ajudou, estava mesmo na merda, estava desorientado, estava mesmo muito mal e já estava decidido: vou-me suicidar, sabia o que ia fazer (...) e de repente estava já decidido a fazer as coisas todas e tive uma voz amiga, tive sorte, tive um anjo da guarda", recorda. "Com a maneira dela ver as coisas positivamente consegui sair do buraco. Não recorri a medicamentos, a nada, foi um tilt na minha cabeça que ela me ajudou. Até hoje ela não sabe que me ajudou. Por isso estou aqui, porque falei com alguém, sem querer", afirma. "Por isso, se estiverem no mesmo buraco, ou coisa muito parecida, falem com alguém. Às vezes tem de se recorrer, de facto, a medicamentos porque são coisas químicas, é uma dor que só vês isto como solução, mas não é!".

"Se tivesse cometido o suicídio não tinha os filhos que tenho hoje em dia, a vida linda que tenho hoje em dia... e podia ter terminado na altura. Não tinha vivido isto. Vamos falar com alguém. Há sempre alguém que os quer ouvir, que os quer ajudar", acrescenta

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;