Notícia

drama

Tragédia. Hospital do Funchal nega negligência na morte de menina de 8 anos que foi mandada para casa

O diretor da Urgência Pediátrica do Hospital Dr. Nélio Mendonça afasta a possibilidade de ter havido "erro ou negligência".
14 de janeiro de 2020 às 09:39
Menina de 8 anos morre no Funchal um dia depois de ter sido mandada para casa pelo hospital
menina, funchal
menina, funchal
menina, funchal
menina, funchal
menina, funchal
menina, funchal
menina, funchal
menina, funchal
O Hospital Dr. Nélio Mendonça, no Funchal, já reagiu à morte de Lara, uma menina de 8 anos que morreu um dia depois de ter ido às urgências e ter sido mandada para casa.

O diretor da Urgência Pediátrica, Manuel Pedro Freitas, afasta a possibilidade de ter havido "erro ou negligência" e diz que nesse dia a Urgência estava "muito calma" e sem atrasos. Adiantou ainda que o procedimento é sempre dar indicações a quem recebe alta para regressar em caso de agravamento dos sintomas.

Recorde-se que Lara deu entrada nas urgências no sábado, com febre alta e desmaios. Foi assistida e mandada para casa, com medicação.

No domingo, o seu estado de saúde agravou-se e a criança foi transportada de ambulância para o Hospital Dr. Nélio Mendonça. Ficou inconsciente na sala de triagem, entrou em paragem cardiorrespiratória e acabou por morrer.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;