'

C-Studio

C-Studio i

Diz basta aos mitos sobre o período!

No dia internacional da mulher, criamos os cinco mandamentos da mulher menstruada. Porque tu és maior do que qualquer dor!
08 de março de 2021 às 09:53
2021-03-01_19_34_49 foto-3.png

Os mitos e as verdades sobre a menstruação vão-se perpetuando, muito por culpa da incompreensão de metade da população. Afinal, não importa a forma como é sentida nem descrita esta fase, é algo que o sexo masculino não consegue sentir, nem perceber, e que muitas vezes tem tendência para desvalorizar.

Não havendo uma possibilidade de identificação, é preciso quebrar o mito de que a dor menstrual é um exagero ou uma dramatização. É preciso consciencializar a população - feminina e masculina - para o desafio do que "aqueles dias do mês" são para cada mulher e é preciso, sobretudo, ajudar a combater as limitações. Trifene 400 é o aliado dos adultos no alívio das dores de intensidade ligeira a moderada, para que nenhuma dor faça nenhuma mulher parar. Criámos os cinco mandamentos da mulher menstruada. Porque a dor é íntima, mas o sentimento é partilhado.


1

Não permitirás piadas jocosas


Insinuar que uma mulher "está com o período" é recorrente e, muitas vezes, é um subterfúgio das próprias mulheres. Os conceitos de feminismo e sororidade deverão estar aqui mais presentes do que nunca. É altura de dizer basta, de não permitir e de não incutir este tipo de piadas, quer seja no trabalho, em contexto social ou em família. Uma posição assertiva, uma opinião ou uma discordância não são sinal de "estar com o período", são sinais de personalidade e de convicção.


2

Não perpetuarás mitos sobre a TPM


Diretamente ligado ao ponto anterior. A falta de informação sobre a Tensão Pré-Menstrual cria a sensação de uma "aura" à volta dos dias antes do período, o que contribui para a sua desvalorização. A TPM, não sendo sentida por todas as mulheres, é real e chega a ser incapacitante para muitas outras.


Sintomas como cansaço, perturbações do sono, dificuldade de concentração ou alterações de humor são muito comuns nesta fase, ainda que muitas vezes tais sinais sejam desvalorizados ou não associados a esta fase específica do ciclo menstrual. Mais fáceis de identificar são os sintomas físicos, que vão dos mais leves, como a acne ou a tensão mamária, aos mais incómodos e incapacitantes, como as dores de cabeça, de costas, musculares, cólicas, obstipação ou diarreia.


Uma alimentação equilibrada e a hidratação podem ajudar nalguns sintomas. Para os sintomas físicos, como as dores, Trifene 400 conseguirá ajudar no seu alívio. Com uma dupla ação, analgésica e anti-inflamatória, é um medicamento não sujeito a receita médica de dispensa exclusiva em farmácia fabricado em Portugal.


3

Não desvalorizarás a dor


As cólicas menstruais podem ir de inexistentes a incómodas ou mesmo limitativas. Alguns estudos indicam que tais dores nos podem fazer perder nove dias de trabalho, e países há onde tais faltas são mesmo justificadas. Em Portugal, este cenário não é, para já, uma realidade, pelo que o melhor é combater a dor na prevenção, para não ter dias desconfortáveis ou faltas injustificadas.




Além do Trifene 400, uma opção farmacológica não sujeita a receita médica e de dispensa exclusiva em farmácia, há outras estratégias para combater as dores, ou mesmo para as evitar. Compressas de água quente e chás de gengibre ou de camomila vão ajudar a aliviar os sintomas. Para atuar na prevenção, alguns exercícios, como o ioga, ou as terapias não convencionais, como a acupuntura, mostram-se especialmente eficazes na ausência de dores menstruais.  


4

Não ignorarás sintomas emocionais


Já falámos deles, mas vamos repetir o mantra: é normal sentir algumas alterações a nível emocional. De um temperamento mais irritável a uma maior sensibilidade, vontade de chorar, ansiedade, depressão, ou a chamada fome emocional - a vontade de comer aquele docinho - tudo são sintomas justificáveis pelas alterações hormonais durante o ciclo. Ainda que sejam sintomas não visíveis, são igualmente incómodos e podem, também, ter influência no dia a dia - quer a nível de concentração, quer de desempenho nas mais variadas atividades.


Em fases mais sensíveis, mesmo que justificadas, é necessário ouvir não só os sinais do corpo, mas também da mente, e permitirmo-nos a um conforto para a mente - quer seja uma conversa com as amigas, um passeio à beira-mar ou a série favorita de todos os tempos!


5

Não permitirás que o período te pare


Os Queen cantavam, e bem, Don’t stop me now! Todas as mulheres podem, e devem, pegar no verso e cantá-lo a plenos pulmões, sempre que os sintomas do período estiverem a tentar vencer por mais um mês. A nova forma de comunicação de Trifene 400 traz um mantra complementar, que deves ter sempre em mente: Tu és maior que qualquer dor! Não permitas que ela te limite ou que te represente: és mais do que uns dias por mês e mereces estar em plena força todos os dias do mês. Inspira-te e inspira as mulheres à tua volta a serem tudo aquilo que quiserem, sem pausas!




Trifene 400 é um Medicamento Não sujeito a Receita Médica – Dispensa exclusiva em farmácia, indicado para adultos nas dores de intensidade ligeira a moderada: dor reumática e muscular, dores nas costas, nevralgia, enxaqueca, dor de cabeça, dor de dentes, dores menstruais, na febre e nos sintomas de constipação e gripe. Contraindicações: não tome este medicamento se for alérgico ao ibuprofeno, a qualquer um dos componentes dos comprimidos ou a outros produtos anti-inflamatórios utilizados geralmente para o alívio da dor ou da febre, se tiver antecedentes de hemorragia gastrointestinal ou perfuração, relacionados com tratamento anterior com anti-inflamatórios não esteróides, se sofrer de úlcera péptica/hemorragia ativa ou tiver antecedentes de úlcera péptica/hemorragia recorrente, se tem alterações da coagulação, se sofrer de insuficiência cardíaca grave, se sofrer de insuficiência hepática ou renal graves, se está grávida ou a amamentar, se sofrer de desidratação significativa, se sofrer de distúrbios sanguíneos, se sofrer de alcoolismo crónico, se tem idade inferior a 18 anos (exceto se recomendado por um médico). Leia atentamente o Folheto Informativo e, em caso de dúvida ou de persistência dos sintomas, consulte o seu médico ou farmacêutico. (Rev 07-11-2019). Laboratório Medinfar – Produtos Farmacêuticos, SA., Rua Henrique Paiva Couceiro, nº29, 2700-451 Amadora, NIF: 500 384 045. Trifene-2021-03-JC-02 elaborado em março 2021

Partilhar