'

Notícia

Crime

7 anos depois de ter assassinado Carlos Castro, o que é feito de Renato Seabra?

Tinha 21 anos quando matou o cronista social Carlos Castro. O crime ocorreu em Nova Iorque e chocou Portugal.
05 de janeiro de 2018 às 12:11
O inferno de Renato Seabra em prisão de alta segurança
Renato aproximou-se de Carlos Castro, tal como fizera Luís, para encontrar apoio a nível profissional
Renato Seabra
Renato Seabra só terá hipótese de sair da prisão daqui a 18 anos
Carlos Castro foi assassinado por Renato Seabra, em janeiro de 2011
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Renato e Carlos Castro durante a viagem a Nova Iorque, que terminou da pior maneira, com uma amiga do cronista social
Carlos Castro e Renato Seabra. O jovem, à época com 21 anos, terá sido o segundo homem a tomar-lhe conta do coração
Carlos Castro e renato seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro e renato seabra
Carlos Castro e Renato Seabra
O ano de 2011 mal tinha começado quando o país acordou com a notícia de que o mais conhecido cronista social português, Carlos Carlos, havia sido assassinado e torturado por um jovem modelo com quem alegadamente mantinha uma relação. Os dois haviam viajado juntos para Nova Iorque, onde deram as boas-vindas ao novo ano.

Renato Seabra, de 21 anos à época, foi condenado a 25 anos de prisão efectiva pela morte de Carlos Castro. Uma vez que o crime foi perpetado nos Estados Unidos, o jovem não pôde ser deportado para o nosso país. Neste momento, Seabra, já com 28 anos, está detido em Clinton Correctional Facility, um estabelecimento de alta segurança, localizada junto à fronteira do Canadá.

O jovem português, tal como os outros detidos, pode receber três visitas por semana desde que devidamente autorizadas pelo estabelecimento prisional. Contudo, com a família e os amigos em Portugal, Renato Seabra raramente tem visitas. A mãe, Odília Pereirinha, faz de tudo para visitar o filho, pelo menos, de 3 em 3 meses.

A vida de Carlos Castro em imagens
Carlos Castro com Judite Sousa, em 2010
O cronista social com Teresa Guilherme, em 2010
Margarida Marante e Carlos Castro, em 2010
Com Nicolau Breyner, em 2010. Carlos Castro era querido entre as mais diversas figuras da sociedade portuguesa
Castro e Maria de Jesus Barroso
Carlos Castro com outros grandes amigos: Manuel Luís Goucha e Cláudio Montez
Com Clara de Sousa
Nuno Guerreiro e o cronista social
O último aniversário que Carlos Castro celebrou - 65 anos - no restaurante O Madeirense, em Lisboa
Carlos Castro
Com Lili Caneças e João Libério
Fátima Lopes e Castro
Lili Caneças era uma das melhores amigas do cronista
José Cid a ser entrevistado por Carlos Castro
A última produção fotográfica do cronista social para a FLASH!, em Outubro de 2010
Com Ruth Bryden, que foi quem o socorreu aquando da tentativa de suicídio, no final dos anos 80
Marina Mota e o cronista
Com Luísa Castel-Branco
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro foi um dos mais influentes cronistas sociais portugueses
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Em 2035, um ano antes do limite da pena, o jovem poderá pedir liberdade condicional. Se não lhe for concedida, poderá voltar a fazer novo pedido daí a dois anos e assim sucessivamente até cumprir a pena completa. Contudo nessa altura, a lei norte-americana prevê que a pena possa ser revista e prolongada a perpétua em função do seu comportamento.





Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever