'

Notícia

Polémica

As "trapalhadas" de João Rendeiro: afinal a mansão da Quinta Patiño onde a mulher foi abandonada... foi comprada por outro!

Em causa estão duas casas, uma em Campo de Ourique e outra na Quinta Patiño. Negócios de milhões e várias trocas de mãos que acabaram com usufruto da mulher do foragido da Justiça portuguesa.
10 de outubro de 2021 às 19:08
...
João Rendeiro Foto: arquivo
A grande confusão de trocas imobiliárias entre João Rendeiro, o seu motorista, Florêncio Almeida, o pai deste, com o mesmo nome e presidente da ANTRAL, e que termina na mulher do antigo banqueiro, Maria de Jesus Rendeiro.

Mas vamos por partes. Em jogo estão dois imóveis, um em Campo de Ourique, Lisboa, e outro na Quinta Patiño, em Cascais, com os edifícios a passarem por diferentes mãos da família Rendeiro e da família Almeida, entre 2015 e 2020.

De acordo com uma investigação do 'Sexta às 9', da RTP, Florêncio Almeida, pai, compra a João Rendeiro, amigo da família há 20 anos, o imóvel de Campo de Ourique, uma herança de família, em 2015, pelo valor de 503.500 euros. Segundo a reportagem, o imóvel valeria três vezes mais. A 11 de setembro de 2018, o presidente da ANTRAL doa parte do edifício a Florêncio Almeida, filho.

Quem é a mulher que o banqueiro João Rendeiro abandonou em Portugal
João Rendeiro e Maria de Jesus
João Rendeiro
João Rendeiro
João Rendeiro e Maria de Jesus
João Rendeiro
João Rendeiro e Maria de Jesus
A Quinta Patiño, em Cascais
A moradia de João Rendeiro na Quinta Patiño em Cascais
João Rendeiro
João Rendeiro
João Rendeiro e Maria de Jesus
João Rendeiro
João Rendeiro
João Rendeiro e Maria de Jesus
João Rendeiro
João Rendeiro e Maria de Jesus
João Rendeiro
João Rendeiro
João Rendeiro
João Rendeiro
Ainda segundo a investigação do programa da RTP, o filho do presidente da ANTRAL e motorista de Rendeiro até 2008, vende o mesmo imóvel à Turtle Quotidian por 1 milhão e 470 mil euros, a 19 de setembro de 2020. Apenas sete dias depois, a 26 de setembro, Florêncio Almeida, filho, compra o apartamento da Quinta Patiño por pouco mais de 1 milhão de euros, para, em dezembro, ceder o direito de usufruto por 15 anos à mulher de João Rendeiro, Maria de Jesus Rendeiro. Um negócio feito por 200.976 euros.

Em comunicado à estação pública, Florêncio Almeida, pai, recusa qualquer ilegalidade. "Na impossibilidade de levar por diante o empreendimento pretendido, por recusa da licença a conceder pela CML, doei o imóvel ao meu filho que, posteriormente o vendeu, seguido da aquisição do apartamento para sua habitação, tudo feito na completa legalidade e cumprimento rigoroso de todas as obrigações fiscais."

"Tenho a consciência tranquila de que não pratiquei qualquer ato ilícito, logo, não vejo qualquer razão para me expor e, muito menos, justificar-me na praça pública", justificou ainda.

Recorde-se que João Rendeiro foi condenado em três penas a um cúmulo jurídico de 19 anos de cadeia. Depois de lhe ter sido autorizada uma deslocação a Londres, não regressou a Portugal. Está em parte incerta e pendem sobre si dois mandados de detenção internacionais.

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever