'

Notícia

Drama

Emocionado, João Baião recorda as últimas palavras que a mãe lhe disse antes de morrer

O rosto da SIC não consegue esquecer as palavras da mãe quando já estava muito doente.
Por Carolina Pinto Ferreira | 09 de outubro de 2021 às 20:35
A dor de João Baião que faz o velório da mãe no dia em que celebra aniversário
João baião
João baião
João baião
João baião
João baião
João baião
João baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
João baião
João baião
João baião
João baião
João baião
João baião
João baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
Velório, João Baião
João Baião, de 58 anos de idade, aceitou o desafio de entrevistar os pilares da vida dele: os dois irmãos, José, e a sua irmã gémea, Rosário. Uma conversa emotiva os três lembraram os pais, que morreram exatamente no mesmo dia, com nove anos de diferença. 

O irmão do apresentador começou por falar da mãe, que faleceu depois do marido. "Estive durante a tarde toda a cantar com ela, nunca abriu os olhos, mas estava a dar sinal de vida."

José fez questão de salientar: "Sempre que ias à visita acordava, e quando estávamos lá nós descansava. Tinhas sobre ela um poder. Como é que se explica isto?"

Emocionado com as palavras do irmão, João Baião recordou as últimas palavras da mãe: "Houve uma coisa que me marcou um bocadinho... já num estado em que a mãe estava muito débil e estava no hospital, eu dizia sempre: 'Mãezinha, tenho muito orgulho em si, amo-a muito'. E ela virou a carinha e disse: 'Só agora é que dizes isso?'" 

Na mesma conversa, João Baião fez questão de dedicar algumas palavras aos irmãos. "Vocês foram sempre muito importantes na minha vida. O Zé, como já disse, foi sempre a minha referência, era o irmão mais velho e porque foi ele que, muitas vezes, quando eu quis sonhar e quando recebi que podia ter alguma hipótese de sair do circuito do teatrode amadores, foi o Zé que me avisou: 'Agora cuidado, vais estar mais exposto...'"

Sobre a irmã, Rosário, reconheceu: "Tu foste a minha companheira de uma vida e eu senti que, em determinado momento, eu não fui o irmão mais correto contigo mas eram aquelas coisas de escola, adolescência, aquela mania parva de nos impormos... Não que tivesse feito mal de propósito mas eu sinto que às vezes não fui o irmão que tu merecias."

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever