'

Notícia

Drama

Luísa Castel-Branco desespera com a doença: "Ninguém merece viver assim"

A escritora deixou um sentido testemunho do que tem sido viver com o sofrimento da doença autoimune.
07 de março de 2022 às 19:52
Luísa Castel-Branco: Vida de sofrimento e doença
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora
Luísa Castel-Branco, doença, autoimune, tuberculose, sofrimento, escritora

Luísa Castel-Branco, 67 anos de idade deixou um profundo desabafo sobre a doença autoimune que a atormenta há muitos anos, a hidradenite supurativaque causa aparecimento de lesões cutâneas inflamatórias superficiais ou profundas e que forma nódulos dolorosos.

"Isto é apenas um desabafo. Ou talvez não. Há mais de 80 doenças autoimunes identificadas. Em comum têm duas características: não se sabe porque existem, e não têm cura. São doenças silenciosas. Que nos comem os dias, nos roubam toda a normalidade, toda a alegria. Nunca estamos bem. Temos dias melhores, dias piores e dias em que não nos é possível fazer nada, absolutamente nada, a não ser suportar a dor", partilhou nas redes sociais.

"E o ar condescendente dos outros! Porque são doenças que não se veem e por isso estamos sujeitos à descrença, a ouvir dizer que até gostamos de chamar a atenção! A próxima vez que conhecer alguém que padeça de uma doença autoimune, peço-lhe por tudo, seja caridoso. Ninguém merece viver assim", apelou a mãe da atriz Inês Castel-Branco. 

"Sou muito orgulhosa da mãe que tenho. Tenho pena que a vida dela não tenha sido fácil, porque não foi, nunca. E agora que podia ser, a minha mãe tem algumas condições de saúde difíceis, e tenho pena porque já precisava de um desconto. Mas também não há muito que eu possa fazer", declarou a atriz em novembro de 2021, durante uma conversa com Manuel Luís Goucha.

Saber mais sobre

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas