'
Carlos Rodrigues
Carlos Rodrigues Grelha da Semana

Notícia

"Go f…, Putin!"

O que se passou com Pedro Abrunhosa não é um 'fait-divers'. Trata-se de um ataque fortíssimo à liberdade, perpetrado por uma embaixada estrangeira. Não pode, por essa razão, ser ignorado.
28 de julho de 2022 às 12:58
...
Pedro Abrunhosa Foto: Instagram

que se passou com Pedro Abrunhosa não é um 'fait-divers'. Trata-se de um ataque fortíssimo à liberdade, perpetrado por uma embaixada estrangeira. Não pode, por essa razão, ser ignorado. A história conta-se em poucas palavras: Abrunhosa entusiasmou-se num concerto em Águeda e deixou vir ao de cima a sua veia de músico de intervenção. Colocou toda a plateia a cantar "Go f…, Putin!", numa alusão ao episódio em que um navio de guerra russo foi repelido de uma ilha ucraniana com a mesma palavra de ordem. "Navio russo, vai-te f…!" 

A embaixada russa viu as imagens e emitiu um comunicado de uma agressividade gigantesca, começando desde logo por referir alegados 
"espectadores russos que tinham pago o bilhete e se tinham declarado ofendidos". Problema: segundo Abrunhosa explicou, depois, na TVI, o concerto tinha entrada gratuita. Mas o pior foi o tom sobranceiro com que a representação diplomática russa intimidou um artista ocidental, quase num tom de ameaça, tom esse que, como nós sabemos, quando se está a falar do regime russo não deve ser levado apenas à conta de brincadeira.

As palavras de Abrunhosa, referiu a embaixada, "foram ouvidas e as respetivas conclusões serão tiradas". Na citada entrevista à TVI, Abrunhosa deixou bem claro que quis apenas criticar o regime que governa Moscovo e que mantém a Ucrânia sujeita a uma guerra abjeta. Pedro Abrunhosa jamais quis visar o povo russo, diz ele. A destrinça é relevante e fez bem Abrunhosa em fazê-la. Porque na verdade o verdadeiro perigo para o mundo vem de Putin e dos seus sequazes. Alguns deles, pelos vistos, estão na embaixada em Lisboa.       

 

INFORMAÇÃO - CAMPEÃO DO MUNDO

...
Campeão do Mundo Foto: Getty Images

Domingo, o português Pedro Pichardo, nascido em Santiago de Cuba mas lusitano de coração, tornou-se campeão mundial, e fez soar o hino português nos Estados Unidos da América. O destaque dado pela generalidade dos telejornais ao super-campeão foi inferior ao que o feito justificava. Só o Telejornal da RTP1 abriu com as imagens de Pichardo, que, logo a seguir ao triunfo, dedicou a medalha de ouro a Portugal. Estranho esta subalternização do maior desportista português em atividade.

 

PROGRAMAÇÃO - CRISE NA FICÇÃO

...
Crise na Ficção Foto: SIC

As novelas da SIC constituem um enorme problema para o canal. Na semana passada, chegaram a obter médias de 13 e 14% de share. Isso só não tem efeitos mais gravosos porque o canal consegue liderar na informação e no entretenimento ligeiro, e porque a ficção da Globo consegue segurar alguns horários. Porém, quando algum destes fatores em que a SIC é mais forte fraqueja, o horário nobre não chega para compensar. 'Lua de Mel' (na foto) e 'Por Ti' são duas experiências fracassadas, e isso aumenta a exigência para as próximas novelas da SIC.

 

SOBE - JOSÉ EDUARDO MONIZ

...
José Eduardo Moniz Foto: D.R.

Apostou em João Kléber, estrela brasileira da televisão popular, para sexta feira à noite na TVI, e obteve bons resultados. Por vezes as medidas de emergência resultam.

 

SOBE - FERNANDO ROCHA

...
Fernando Rocha

Regressou à SIC com nova série de apanhados do 'Não Há Crise', e vive um enorme sucesso no cinema com o seu filme '2 Duros de Roer'. Um humorista global em grande forma, que a SIC deveria aproveitar melhor.

 

DESCE - DANIEL OLIVEIRA

...
Daniel Oliveira

O controlo que a SIC exerce no mercado é tão avassalador que meras derrotas pontuais são notícia. Na semana passada, a TVI ganhou 3 dias seguidos. Veremos o que isso significa.

Mais notícias de A Grelha da Semana

250 mil em fuga

250 mil em fuga

Agosto também será, tudo o indica, o pior mês do ano para a estação de Queluz de Baixo, isto apesar de faltarem dois jogos do Benfica para a Champions, ambos no canal 4, o que deixa sempre uma margem para surpresas.
A poesia na TV

A poesia na TV

A Grande Entrevista a Ana Luísa Amaral, um dia depois de morrer, é um hino à poesia, à língua portuguesa e também à televisão, que se reconciliou por uma escassa hora com o tempo pausado da literatura.
RTP1 não vai à bola com elas

RTP1 não vai à bola com elas

O futebol feminino, além de ser um grande espetáculo, está a gerar interesse, fruto da polémica. E o que fez a RTP com um produto tão valioso na mão? A lógica indicaria que alinhava a final no canal 1. Mas a RTP fez precisamente o contrário, relegando o jogo para a RTP2, e assim abdicando de audiências, de visibilidade, e colocando-se, ainda para mais, do lado errado da história.
"Go f…, Putin!"

"Go f…, Putin!"

O que se passou com Pedro Abrunhosa não é um 'fait-divers'. Trata-se de um ataque fortíssimo à liberdade, perpetrado por uma embaixada estrangeira. Não pode, por essa razão, ser ignorado.
A saída para a SIC Notícias

A saída para a SIC Notícias

Só regressando à matriz original de conteúdos, como a política, e reduzindo as entrevistas em estúdio será possível inverter a queda. A SIC Notícias já não é o local preferido da bolha da política. Não é o canal que cobre o País. Não dá as notícias primeiro.

Mais Lidas

+ Lidas