'
Carlos Rodrigues
Carlos Rodrigues Grelha da Semana

Notícia

O fim do mito (Cristiano Ronaldo)

Ronaldo tem um estatuto de lenda que faz dele um dos maiores jogadores de futebol da história. Há até quem entenda que foi o maior futebolista de sempre. Que é o maior embaixador do País, conhecido em todo o planeta, disso não restam dúvidas. Porém, apesar dessa dimensão estratosférica, começa a ser habitual este tipo de situações lamentáveis em redor do grande jogador, que se aproxima do final de carreira.
18 de novembro de 2021 às 12:11
...
Cristiano Ronaldo, Portugal, Euro 2020 Foto: Getty Images
A imagem é tudo. No final do jogo contra a Sérvia, Cristiano Ronaldo foi apanhado a reclamar com Fernando Santos. O vídeo, divulgado nas redes sociais, não é totalmente explícito, porque há um outro corpo que se cruza à frente da cena. Mas a ideia que fica é que CR7 não cumprimenta o selecionador nacional que levou Portugal ao título de campeão europeu, em França.

Quer tenha cumprimentado, quer não, e independentemente das justificações que foram apresentadas para a cena, a verdade é que a situação é triste e lamentável. Ronaldo tem um estatuto de lenda que faz dele um dos maiores jogadores de futebol da história. Há até quem entenda que foi o maior futebolista de sempre. Que é o maior embaixador do País, conhecido em todo o planeta, disso não restam dúvidas.

Porém, apesar dessa dimensão estratosférica, começa a ser habitual este tipo de situações lamentáveis em redor do grande jogador, que se aproxima do final de carreira. Lembramo-nos intuitivamente da braçadeira atirada ao chão, também contra a Sérvia, por exemplo, situação naturalmente enquadrada pela Federação em nome da salvaguarda da seleção, mas que na verdade foi bastante grave.

Agora, no estádio da Luz, uma coisa é a natural frustração pela derrota. Isso é o mais natural possível. Outra coisa bem diferente é a forma como Cristiano Ronaldo tratou o selecionador, e que aliás foi notícia à escala global. Com este conjunto de episódios de grande tensão, CR7 mostra que está em sofrimento acentuado ao ser confrontado com a sua própria limitação humana. Era importante que o entorno do mito futebolístico soubesse ajudá-lo a terminar a carreira com toda a dignidade. Alguém terá essa coragem? Seria um último serviço de Jorge Mendes ao mito eterno do futebol.

PROGRAMAÇÃO - SELEÇÃO SEM NARRADOR 

...
Seleção sem narrador

A forma como a RTP tratou a transmissão do jogo Portugal-Sérvia acabou por ser um prenúncio da desgraça que veio a verificar-se em campo. O arranque do direto foi feito sem narração, que só foi retomada após a transmissão do hino da Sérvia, tocado e emitido sem qualquer enquadramento. Antes disso já tinha ocorrido, também sem narração, a homenagem ao guarda-redes Rui Patrício, pela mão do presidente da Federação Portuguesa de Futebol. Um desastre técnico e de operação, da parte da RTP, que antecedeu a desilusão nacional.

INFORMAÇÃO - UM SISMO NA SIC NOTÍCIAS

...
Um sismo na SIC Notícias Foto: SIC

A SIC Notícias estreou um novo formato de análise e conversa. Três convidados logo às 9 da manhã de segunda-feira. Começar o dia informativo com uma conversa a três é uma mudança significativa no conceito do canal. Aos poucos, a SIC Notícias move-se e altera o seu ADN, de canal de notícias para canal de talk shows informativos. Isso pode ser bom ou pode ser mau, dependendo da resposta do público. O problema é que dá a ideia de que está a ser operado um pequeno terramoto no canal, mas que isso eventualmente não resultará de um qualquer pensamento estratégico, mas sim da necessidade de reação tática aos desafios da concorrência.

SOBE - RODRIGO

...
Rodrigo

Estreou uma narrativa na plataforma Tik Tok, feita de pequenos vídeos, com base na ideia de ensinar a língua portuguesa aos espectadores e internautas. Rodrigo reinventa-se amiudadas vezes na sua carreira, e faz dessa capacidade uma força. Desta vez, porém, a surpresa é grande. O elogio segue pela capacidade de inovar.

SOBE - GABRIELA SOBRAL

...
Gabriela Sobral

A ficção da TVI dá provas de vida. Mesmo que a complexidade de uma novela seja tão grande que é difícil assacar mérito ou culpa a apenas uma pessoa, a verdade é que essa prova de vida coincide com o regresso de Gabriela Sobral à TVI. Na semana de estreia da nova novela da estação, é importante dar este sinal de reconhecimento. A ficção da TVI está a subir.

 
DESCE - FERNANDO SANTOS

...
Fernando Santos

As conferências de imprensa do selecionador começam a ser subsidiárias do espírito de Paris. O selecionador, em tempos, teve a sorte de prever que ia a uma final e que a ganhava. Parece agora viver desses louros. Dizer que Portugal estará seguramente no Mundial, logo a seguir à derrota contra a Sérvia, seria risível se não fosse apenas absurda.

Mais notícias de A Grelha da Semana

Fátima

Fátima

O triste espetáculo dado pela estação ao colocar uma apresentadora deste género como autêntica rececionista de um bar de má fama, no programa 'First Date-Primeiro Encontro', colocou um ponto final simbólico no percurso de Fátima Lopes na TVI. Agora, o regresso à SIC é uma boa notícia para a televisão.
O fim do mito (Cristiano Ronaldo)

O fim do mito (Cristiano Ronaldo)

Ronaldo tem um estatuto de lenda que faz dele um dos maiores jogadores de futebol da história. Há até quem entenda que foi o maior futebolista de sempre. Que é o maior embaixador do País, conhecido em todo o planeta, disso não restam dúvidas. Porém, apesar dessa dimensão estratosférica, começa a ser habitual este tipo de situações lamentáveis em redor do grande jogador, que se aproxima do final de carreira.
Descansem, Agricultores

Descansem, Agricultores

A que se deve este cansaço do formato da SIC? Fazer televisão bem-disposta, romântica e luminosa agrega o público, a espaços regulares, e em determinados contextos históricos. A presença simpática da apresentadora também ajudou a construir o fenómeno. Andreia Rodrigues teve aqui o melhor desempenho da sua carreira, perfeitamente adequada às emoções de um programa que procura o amor. Mas de boas emoções está a televisão cheia, pelo que este tipo de formatos são sempre de desgaste rápido.
Verde-Marcelo-Verde

Verde-Marcelo-Verde

Há, porém, imagens dignas de registo. Como a de Marcelo no multibanco. É já uma das imagens do ano. Rejeitado o Orçamento havia poucos minutos, e horas antes de receber Costa e Ferro, eis que o Presidente da República sai da palácio e vai pagar uma conta, em sinal de normalidade. Marcelo sabe o suficiente de televisão para tudo ter previsto ao milímetro.
O grande salto da TVI

O grande salto da TVI

O mês de outubro fecha com a SIC mais de dois pontos percentuais à frente da TVI. Tem sido uma constante e contribui para o triunfo da SIC em 2021. Por mais armas que a TVI convoque, o mais perto que conseguiu chegar da liderança foi sempre muito longe. Ao longo do ano, a distância tem variado entre 1 e 3 pontos, sempre com o canal de Balsemão à frente.
Chuva de milhões

Chuva de milhões

A criação de uma nova taxa de 2 euros em todos os contratos de fornecimento de televisão por cabo vai criar uma receita adicional de 8,6 milhões de euros, que se destinará na totalidade ao serviço público. Quando uma empresa é deficitária significa que gasta mais que o dinheiro que obtém. Na vida real e entre os privados, sempre que há um défice de operação deste género, a única solução viável é reestruturar o funcionamento. Neste caso, tratando-se de uma empresa do Estado, a solução foi encontrar novas vias de financiamento.

Mais Lidas

+ Lidas