'
Francisco Moita Flores
Francisco Moita Flores Piquete de Polícia

Notícia

Sexo comercial

Foi necessário deixar passar alguns dias, até se conhecer a decisão do juiz de instrução que apreciou o caso. Teve a prudência de esperar por exames forenses e verificação de comunicações telefónicas. E decidiu. Embora se desconheça o processo, é certo, que não aceitou as provas de violação que lhe foram presentes. E aceitou provas de que a jovem procurou extorquir dinheiro ao atleta português sob a ameaça de uma denúncia judicial. Extorsão e sexo quando se aliam tornam-se num instrumento perverso que atinge os dois protagonistas.
12 de setembro de 2021 às 10:23
...
Rúben Semedo em tribunal, na Grécia Foto: Cofina Media

A semana foi pródiga em militâncias de contestação, indignação, solidariedade e protestos contra um jogador de futebol português, a jogar na Grécia, que, segundo as primeiras notícias, teria violado uma jovem. Para tanto, alcoolizara-a e dispôs do seu corpo conforme entendeu, agredindo-a sexualmente. Confesso que ainda participei nesse clamor inicial, afirmando aquilo em que acredito, e que se mantém como crença definitiva: uma relação sexual ou é consentida ou é crime. Quando uma mulher diz não, seja em que circunstância for, é não!

Por outro lado, confiei na regra sem reconhecer a exceção. É muito difícil para uma mulher violentada sexualmente dar notícia pública do sucedido. Mesmo que seja à autoridade judicial. A dor, o estropiamento da autoestima, os danos de personalidade, o medo de se expor, fazem com que a cifra negra, no crime de violação, seja particularmente grande. É muito difícil expor a nossa intimidade. Mais perturbadora se torna quando ela foi devassada sem o seu  consentimento. Os danos psicológicos que a violação provoca vão, na maioria dos casos, muito para além dos danos físicos, provocando dor insuportável às vítimas.

Dito isto, foi necessário dar mais uns passos, isto é, deixar passar alguns dias, até se conhecer a decisão do juiz de instrução que apreciou o caso.

Teve a prudência de esperar por exames forenses e verificação de comunicações telefónicas. E decidiu. Embora se desconheça o processo, é certo, que não aceitou as provas de violação que lhe foram presentes. E aceitou provas de que a jovem procurou extorquir dinheiro ao atleta português sob a ameaça de uma denúncia judicial. Extorsão e sexo quando se aliam tornam-se num instrumento perverso que atinge os dois protagonistas.

Que fique como lição para ambos. A sexualidade, quando se situa no patamar do negócio, tem todas as razões para correr mal. Como foi o caso.

Mais notícias de Piquete de polícia

História banal

História banal

Não é novidade para ninguém que a violência doméstica continua a multiplicar vítimas atrás de vítimas num local onde se prometeu amor, em que se desejou a esperança e o carinho, a ternura e alegria por todos que habitam no mesmo lugar. Infelizmente não é assim. O problema é que continuamos a lidar com a questão sempre da mesma maneira. Quando não se sabe como resolver, entrega-se o caso à polícia e aos tribunais.
Sexo comercial

Sexo comercial

Foi necessário deixar passar alguns dias, até se conhecer a decisão do juiz de instrução que apreciou o caso. Teve a prudência de esperar por exames forenses e verificação de comunicações telefónicas. E decidiu. Embora se desconheça o processo, é certo, que não aceitou as provas de violação que lhe foram presentes. E aceitou provas de que a jovem procurou extorquir dinheiro ao atleta português sob a ameaça de uma denúncia judicial. Extorsão e sexo quando se aliam tornam-se num instrumento perverso que atinge os dois protagonistas.
A solidão

A solidão

Foi notícia esta semana. Um homem que tinha desaparecido há duas semanas foi encontrado morto em sua casa e em elevado estado de decomposição. Não foram familiares, nem vizinhos que deram o alerta. Foi o odor a cadáver, o cheiro da putrefação, o sinal de alerta.
As mulheres afegãs

As mulheres afegãs

Tendo em conta a antiga governação talibã, as escolas estão vedadas às meninas. A jovem afegã Malala trouxe a público a forma brutal como foi tratada por ter insistido em frequentar a escola. Violada, espancada, brutalizada é o exemplo mais conhecido da crueldade deste regime misógino. As reportagens que as diferentes estações de televisão mostram, emitidas nos últimos dias, revelam o desespero das mulheres, muitas delas aceitando que a morte as espera.
Verão nublado

Verão nublado

Chegou agosto e o tempo da praia. Escrevo como conselho aquilo que é indicado como sendo a prevenção básica: lave as mãos com frequência, procure o distanciamento físico e em locais de muito movimento use sempre a máscara. Quanto ao resto, divirta-se e goze o mar e ar livre. Dezassete meses de confinamento, sem horizontes, enfiados em prisões domiciliárias, foi coisa que nos deu uns pontapés na saúde mental e é necessário regressarmos à vida. Ainda que com muita cautela.
Eles aí estão!

Eles aí estão!

Vivemos junto ao Mediterrâneo, região onde são comuns os incêndios nesta altura do ano. Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia são ciclicamente atingidos por estas tempestades de fogo. É uma visita anual com a qual convivemos há séculos. Porém, não deixa de ser paradoxal que este confronto entre os elementos naturais e os homens, não evolua para níveis mais sofisticados de proteção.

Mais Lidas

+ Lidas