'
Luísa Jeremias
Luísa Jeremias No meu Sofá

Notícia

Noiva em fuga, com o noivo já no altar

Se escolhesse ficar em Portugal e entregar-se a Bernardo, perdia a sua independência, se fosse embora para o Brasil, arriscava-se a perder Bernardo. Então Bruna "empurrou com a barriga" e assim ganhou tempo para perceber o que sente pelo namorado que conheceu na casa.
30 de abril de 2022 às 16:09
...
Bernardo, Bruna

Podia ser uma cena de novela. Se o cenário em vez de ser um estúdio de televisão fosse uma igreja, se a noiva em vez de aparecer de vestido de noite longo desfilasse um pomposo modelo de noiva. Mas os tempos modernos assim ditam que estes momentos aconteçam agora de forma inusitada mas igualmente surpreendente. Do que falo? Da cena "uau!" de Bruna e Bernardo na final do 'Big Brother Famosos' do último domingo. No momento de apoteose do vencedor, quando devia estar a abrir o champanhe e a preparar-se para a noite que ainda não tinha vivido na casa – porque o casal é "sério" e não andou a fazer "porcarias" em direto –, eis que a namorada lhe diz: "fui!" Foi para dentro da Casa outra vez, sem pré-aviso, sem nada que desse a entender. "Foi" com a promessa de voltar... se ele ainda lá estiver e ala achar que vale a pena.

A atitude de Bruna, além de ser digna de guião "à antiga" de novela – não daqueles habituais nos tempos que correm que se limitam à comédia – é curiosa e reveladora de uma cabeça madura e inteligente. Bruna não trocou o certo (Bernardo) pelo incerto (uma nova participação no programa). Certo e incerto são exatamente o oposto. Ela acabara de conhecer o português, num cenário "não-real", brincava com "a sogra", respondia às declarações de amor... mas em cenário, não no dia a dia. Perante uma proposta televisiva de "queres continuar?", Bruna fez contas à vida. É que, no caso dela, como dizem os brasileiros "se correr o bicho, pega, se ficar, o bicho come", ou seja, estava sempre tramada.Se escolhesse ficar em Portugal e entregar-se a Bernardo, perdia a sua independência, se fosse embora para o Brasil, arriscava-se a perder Bernardo. Então Bruna pensou, faturou a participação e "empurrou com a barriga". E assim ganhou tempo para perceber o que sente pelo namorado que conheceu na casa, para perceber o que quer da vida, enfim, para se encontrar neste turbilhão de acontecimentos nos quais virou protagonista improvável.

À Bruna, desejos de boa sorte e que continue com a cabeça aberta e focada. Ao Bernardo desejos de que perceba o que isto quis dizer. Aos fãs do casal, esperança. As boas histórias de amor têm sempre final feliz.

Mais notícias de No meu sofá

Na era da TV-pimba

Na era da TV-pimba

E a pergunta que se coloca é: então e alternativa, não há? E opção? E por que razão tem de ser tudo igual? Já se pensou que, se calhar, é por isso – e não por parecerem "novelas" – que os noticiários são líderes de audiência?
Novelas: pequenos detalhes que mudam tudo

Novelas: pequenos detalhes que mudam tudo

Piet-Hein Bakker esclarece que ter milhares de seguidores nas redes sociais não faz de ninguém um ator, muito menos um grande ator. Desta forma, o novo homem de confiança de Moniz acaba com as polémicas sobre participações de figuras públicas em novelas – o exemplo maior dos últimos tempos foi Futre em Rua das Flores.
Já não há românticos como antigamente...

Já não há românticos como antigamente...

Ricardo Landum merece uma referência com vénia. É um dos nomes incontornáveis da música popular portuguesa. Já não se fazem "Landuns" como antigamente. Autores que falem dos amargos de boca do amor, das traições que arrasam, dos amores impossíveis, da vida como ela é, no mais incrível mas também no mais violento. Romantismo, na sua génese.
Noiva em fuga, com o noivo já no altar

Noiva em fuga, com o noivo já no altar

Se escolhesse ficar em Portugal e entregar-se a Bernardo, perdia a sua independência, se fosse embora para o Brasil, arriscava-se a perder Bernardo. Então Bruna "empurrou com a barriga" e assim ganhou tempo para perceber o que sente pelo namorado que conheceu na casa.
A antítese da sociedade pastilha elástica

A antítese da sociedade pastilha elástica

Eunice era de sorriso fácil, voz doce, mas sobretudo sabia dar importância ao que contava e desvalorizar o superficial. Preocupou-se sempre com uma coisa: mostrar o seu talento onde quer que fosse.
Virou!

Virou!

A TVI fez o que tinha a fazer e virou o jogo. O que fez? Simples: atacou a estreia de um programa no qual a SIC depositava muitas esperanças – 'Ídolos' – com uma gala extra de 'Big Brother Famosos.'

Mais Lidas

+ Lidas