'
Paulo Abreu
Paulo Abreu o tal canal

Notícia

De Catarina Furtado a Rúben Amorim

Apresentadora continua a fazer um trabalho notável na sociedade portuguesa com a sua associação, Corações com Coroa. Podia despir-se no Instagram, vender sapatos, para ter mais seguidores. Mas não. Escolheu este caminho. Fez bem. Já a TVI podia aprender muito com o treinador campeão no Sporting.
15 de maio de 2021 às 10:26
...
Catarina Furtado
1. Catarina Furtado podia vender sapatos, perfumes, despir-se, mostrar futilidades do dia a dia para ter um milhão de seguidores no Instagram, podia até, se calhar, ter um cargo de direção numa estação. Ou podia limitar-se a viver simplesmente do trabalho no pequeno ecrã. Mas não. Apesar de ser uma estrela da televisão, há três décadas!, com uma carreira sólida, coerente e valiosa, isso está longe de a realizar. Catarina vinga acima de tudo como mulher, na sua luta por um mundo mais justo e solidário – escrevo mundo porque, como se sabe, é embaixadora da Boa Vontade do Fundo das Nações Unidas para a População.

Há dias, a sua associação, Corações com Coroa, fez 9 anos de existência, e Catarina assinalou o aniversário na Fundação Calouste Gulbenkian. Reunidas personalidades de vários quadrantes da sociedade portuguesa, discutiram-se propostas, estudaram-se soluções, apresentaram-se resultados. Destes, destaco dois: 31 bolsas de estudo atribuídas a jovens raparigas com aproveitamento escolar e em risco de abandonar o ensino formal, por se encontrarem em situação de vulnerabilidade social; e as consultas de psicologia, de serviço social, de apoio jurídico e parentalidade positiva disponibilizadas a mais de 600 pessoas. Notável.

2. O secretário de Estado adjunto e da Energia escreveu um ‘post’ no Twitter, entretanto apagado, em que classificou o ‘Sexta às 9’, programa da RTP1 conduzido por Sandra Felgueiras, de "estrume" e de "coisa asquerosa". Se já conhecíamos a João Galamba muita coisa, pelas piores razões, ficámos agora a saber que a palavra democracia também lhe merece pouco valor. Vale-nos, talvez, o consolo da escassa credibilidade que tem no País e no seu próprio partido para não ser levado (muito) a sério.

3. Escrevi aqui, na semana passada, que o comunicado da TVI a dar conta da "vitória estrondosa" de ‘All Togehter Now’ frente a ‘Hell’s Kitchen’, a primeira, era ridículo, precisamente num dia em que a estação tinha perdido por cinco pontos para a SIC. Pois bem, no último domingo, o concurso de Cristina Ferreira voltou a ficar atrás do chef Ljubomir Stanisic. Não há ninguém em Queluz de Baixo que aprenda com Rúben Amorim?

Mais notícias de O Tal Canal

O que falta à TVI

O que falta à TVI

Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz são inferiores a Diana Chaves e João Baião, nas manhãs? Manuel Luís Goucha é pior do que Júlia Pinheiro, à tarde? Cristina Ferreira é assim tão má, no acesso ao prime time, que não ganha sequer um dia aos rivais, como Fernando Mendes? E a estratégia passar a mais “nós” e menos “eu”?
Tony Carreira: um pai destroçado

Tony Carreira: um pai destroçado

Não me interessa se a TVI esmagou nas audiências com a conversa do cantor com Manuel Luís Goucha. O que fica são as palavras de um homem marcado pela dor, mágoa, revolta, tristeza e angústia, que perdeu a filha, de 21 anos, num trágico acidente de viação.
De Catarina Furtado a Rúben Amorim

De Catarina Furtado a Rúben Amorim

Apresentadora continua a fazer um trabalho notável na sociedade portuguesa com a sua associação, Corações com Coroa. Podia despir-se no Instagram, vender sapatos, para ter mais seguidores. Mas não. Escolheu este caminho. Fez bem. Já a TVI podia aprender muito com o treinador campeão no Sporting.
Cristina Ferreira ameaça Daniel Oliveira

Cristina Ferreira ameaça Daniel Oliveira

Afinal, a ficção da TVI nunca morreu. Só precisava de uma aragem fresca, como é o caso de ‘Festa É Festa’. A da SIC, aparentemente, é que não mudou padrões e estacionou no tempo.
A carroça de Cristina Ferreira

A carroça de Cristina Ferreira

A ideia de ‘Festa É Festa’ é da diretora da TVI e os resultados não podiam ser melhores. Novela foi líder de audiências na primeira semana, uma semana negra para Pinto da Costa e a informação de Anselmo Crespo.

Mais Lidas

+ Lidas