'
Paulo Abreu
Paulo Abreu O Tal Canal

Notícia

O ‘Big Brother’ e os idiotas

A SIC esperou pelo reality show da TVI para apostar no ‘Agricultor’. Para quem está confortável na liderança das audiências, é muito curioso. A estação de Queluz de Baixo dá sinais de coragem ao mercado e aos espectadores.
18 de abril de 2020 às 10:47
...
Televisão, TVI, Big Brother, cláudio ramos Foto: Colina Media
1. Tudo indica que a SIC estreie ‘Quem Quer Namorar com o Agricultor?’
no domingo, dia 26. Estranhamente, a estação líder de audiências, bem confortável no 1.º lugar, parece estar nesta altura do ano à espera da estratégia do principal rival, a TVI, e da sua grande aposta para o entretenimento em 2020, o Big Brother, para reagir. O que é curioso. 

Tal como a ‘TV Guia’ revelou há duas semanas, a estação de Queluz de Baixo pretendia arrancar em maio com o reality showque mudou a televisão em Portugal, depois de ter sido adiado devido à pandemia da Covid-19, mas, afinal, é já no último domingo deste mês, e com surpresas.
Sem confirmações de nada por parte da SIC, Nuno Santos, o diretor de Programas da TVI, avança e dá um sinal evidente, aos espectadores e ao mercado, de que o medo não mora em Queluz de Baixo. Muito pelo contrário. Cláudio Ramos vai ter finalmente o que tanto queria. 

2. Continuo na TVI, que de vez em quando parece ter queda para o abismo. A polémica reportagem, emitida no ‘Jornal das 8’de segunda-feira, dizendo que no Norte do País há mais casos de coronavírus porque a população é "menos educada, mais pobre, envelhecida e concentrada em lares", não lembra a ninguém. Causou revolta no presidente da Câmara do Porto e em muitos espectadores, é natural, levando o diretor de Informação, Sérgio Figueiredo, a pedir desculpas pelo sucedido.

É verdade que todos podem errar – quem nunca na vida errou, mesmo nas coisas mais básicas, que atire a primeira pedra –, mas assim é difícil chegar-se à frente. O malogrado Nelson Rodrigues, escritor e jornalista brasileiro, dizia que os "idiotas vão tomar conta do mundo, não pela capacidade, mas pela quantidade, pois eles são muitos", e é capaz de ter razão.

3. A vivermos dias dramáticos no mundo e em Portugal, fruto da Covid-19. Mais do que nunca, não sabemos o que nos espera amanhã. Segunda-feira, a RTP Memória arranca com a telescola, num projeto denominado Estudo em Casa, entre as 09:00 e as 17:50, com o objetivo de ensinar os alunos do ensino básico. Não vai ser fácil, mas está aqui uma boa oportunidade para a estação pública marcar pontos.

Mais notícias de O Tal Canal

As piruetas de Cristina Ferreira

As piruetas de Cristina Ferreira

A apresentadora e diretora da TVI trocou as voltas aos portugueses na quarta-feira, a ver onde é o melhor lugar para cada um, inclusive para ela. Sem admitir erros, tentando discreta e impercetivelmente arrumar de forma correta os colegas. Até quando esta desorientação estratégica?
Cristina Ferreira procura-se… e o lambe-botas também

Cristina Ferreira procura-se… e o lambe-botas também

Os três programas megalómanos da apresentadora na TVI correram mal. O que se passa? Até quando? Enquanto isso, anda aí um artista disposto a agradar-lhe… esquecendo-se de que gosta de marcar ‘paparazzi’ para ir sobrevivendo. Enfim, um Zé-ninguém.
Quem quer ser... visionário?

Quem quer ser... visionário?

O futuro da televisão passa mesmo só por Cristina Ferreira e Daniel Oliveira? Tenho saudades de Emídio Rangel e de José Eduardo Moniz, dois verdadeiros “generais”.
Maria do Céu Guerra sempre, Rui Pedro Braz nunca mais!

Maria do Céu Guerra sempre, Rui Pedro Braz nunca mais!

A atriz regressou em boa hora à televisão. Na novela ‘Festa É Festa’, da TVI, é sublime ver a sua arte para representar. Também a saída do comentador desportivo da estação para o Benfica é uma boa notícia para todos nós.
O que falta à TVI

O que falta à TVI

Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz são inferiores a Diana Chaves e João Baião, nas manhãs? Manuel Luís Goucha é pior do que Júlia Pinheiro, à tarde? Cristina Ferreira é assim tão má, no acesso ao prime time, que não ganha sequer um dia aos rivais, como Fernando Mendes? E a estratégia passar a mais “nós” e menos “eu”?
Tony Carreira: um pai destroçado

Tony Carreira: um pai destroçado

Não me interessa se a TVI esmagou nas audiências com a conversa do cantor com Manuel Luís Goucha. O que fica são as palavras de um homem marcado pela dor, mágoa, revolta, tristeza e angústia, que perdeu a filha, de 21 anos, num trágico acidente de viação.

Mais Lidas

+ Lidas