'
Paulo Abreu
Paulo Abreu O Tal Canal

Notícia

O "eu" perde sempre

Quando me perguntam como é que vai acabar esta guerra, eu respondo: “Se nada mudar na TVI, acaba com a equipa do ‘nós’ a vencer". Ou seja, a SIC.
30 de outubro de 2020 às 23:00
...
Cristina Ferreira, apresentadora, dia de cristina, tvi
1. Alguém imagina uma equipa de futebol que ambiciona ser campeã com um presidente que está à espera de ver o clube ser vendido, a qualquer momento? Alguém imagina uma equipa de futebol que ambiciona ser campeã quando o treinador só pode mexer na baliza e na defesa? Alguém imagina uma equipa de futebol que ambiciona ser campeã com um capitão que só conta com alguns jogadores para ir à guerra com os rivais? Ou com um capitão que é um craque no relvado, talvez o melhor de todos, mas que passa a vida toda, de manhã à noite, a falar no "eu" em vez do "nós"?

É verdade que essa equipa, apesar de todas as rachas que tem na sua estrutura – digna de um castelo de cartas –, pode bater os adversários mais diretos num jogo. Em dois, vá. Ou até em três. É verdade que essa equipa até pode fazer uma exibição de sonho numa semana e mostrar que tem condições para levantar o caneco no final da época. É verdade. Como também é verdade que essa equipa pode fazer golos fantásticos com a inspiração das suas vedetas, fazer vibrar a bancada e dar falsas esperanças aos adeptos.

Mas, honestamente, aqui entre nós: se não formos sonhadores, se tivermos os pés bem assentes na terra, alguém imagina que uma equipa de futebol num clube que se autoflagela, dia após dia, e que tem uma estrutura cheia de rachas pode ambicionar ser campeã? Claro que não. Até porque, do outro lado da barricada, onde tudo está longe de ser um mundo encantado, há um rival que dá mostras de respirar estabilidade e confiança. Possivelmente com craques menos mediáticos, mas com uma tática e um rumo claros.

E por isso, quando me perguntam como é que vai acabar esta guerra, eu respondo: "Se nada mudar na TVI, acaba com a equipa do ‘nós’ a vencer a do ‘eu’." Ou seja, a SIC. 

2. Conheço vários craques da televisão, que gostam de trabalhar em equipa, que são humildes e trabalhadores incansáveis, mas há um que me enche as medidas. Não é de agora, é de sempre: Fernando Mendes. O ator e apresentador de 'O Preço Certo' prefere elogiar os outros e desvalorizar o seu sucesso. E não, não está a ser hipócrita e cínico. Está, de facto, a ser genuíno.

Mais notícias de O Tal Canal

Teresa Guilherme novamente traída

Teresa Guilherme novamente traída

Cristina Ferreira disse que a TVI tinha memória. Não sei se a perdeu. Sei que a Rainha dos Reality Shows deixou o ‘Big Brother’. Hoje, aos 66 anos de idade, a apresentadora já não diz bem o que pensa, à espera de uma nova oportunidade.
Sopa requentada e o pipi da Cristina Ferreira

Sopa requentada e o pipi da Cristina Ferreira

Com a RTP a caminhar para a sua irrelevância, as duas estações privadas vão anunciando o seu armamento para a ‘rentrée’… para agarrarem espectadores e anunciantes. Mas essas novidades, espremidas, são mais do mesmo. Uma tristeza!
TVI já ganha na ficção

TVI já ganha na ficção

A estação de Queluz de Baixo vence nas novelas, mas continua a perder o dia, por grande diferença, para a SIC. O que falta, então? Falta acertar no entretenimento, por exemplo. Cristina Ferreira, a diretora que tem carta-branca para fazer o que bem entende, não acerta uma.
Medo na TVI

Medo na TVI

A um mês da estreia do ‘Big Brother’ na TVI, Cristina Ferreira continua sem anunciar os apresentadores, depois de ter pensado na dupla Cláudio Ramos/Manuel Luís Goucha. O cheiro a derrota assusta a diretora.
As piruetas de Cristina Ferreira

As piruetas de Cristina Ferreira

A apresentadora e diretora da TVI trocou as voltas aos portugueses na quarta-feira, a ver onde é o melhor lugar para cada um, inclusive para ela. Sem admitir erros, tentando discreta e impercetivelmente arrumar de forma correta os colegas. Até quando esta desorientação estratégica?
Cristina Ferreira procura-se… e o lambe-botas também

Cristina Ferreira procura-se… e o lambe-botas também

Os três programas megalómanos da apresentadora na TVI correram mal. O que se passa? Até quando? Enquanto isso, anda aí um artista disposto a agradar-lhe… esquecendo-se de que gosta de marcar ‘paparazzi’ para ir sobrevivendo. Enfim, um Zé-ninguém.

Mais Lidas

+ Lidas