'
Paulo Abreu
Paulo Abreu O Tal Canal!

Notícia

"O Pedro Lima era um exemplo… ao contrário de muitos tristes que andam por aí"

Ao contrário de muitos tristes que andam por aí, armados em atores e apresentadores, mais interessados em sacar dinheiro com as festas, mentiras ou publicidade do que em trabalhar, este ator honrava a sua arte. Era um exemplo.
27 de junho de 2020 às 08:00
...
Pedro Lima

Em 21 anos de profissão, devo ter falado umas 10 vezes com Pedro Lima. Não éramos por isso amigos, longe disso. Mas há umas coisas que sei sobre o Pedro e que tenho de as dizer, agora que ele nos quis deixar, sabe-se lá porquê: além de ser um excelente ator, era um homem honesto, simples, acessível, afável e divertido. Mantivemos sempre uma relação de respeito. "Leio a ‘TV Guia’ porque é uma das minhas referências na área da televisão", disse-nos em 2019 e a posar com a revista na mão.

Ao contrário de muitos tristes que andam por aí, armados em atores e apresentadores, mais interessados em sacar dinheiro com as festas, mentiras ou publicidade do que em trabalhar, o Pedro honrava a sua arte. Aceitou sempre dar-nos entrevistas. Aceitou sempre fazer connosco uns "bonecos" na praia, a surfar ou no seu seio familiar. Aceitou sempre qualquer reportagem proposta por nós, e se metesse o Sporting, clube do seu coração, ainda melhor. Nunca inventou desculpas por estar cansado, e suava mais do que muitos tristes que conheço. Nunca nos desligou o telefone, como muitos tristes que conheço. Nunca nos disse para falarmos mais tarde e depois nunca mais nos atender, como muitos tristes que conheço. Nunca nos traiu.

Em Andorra, há dois anos, abriu o livro e - lá está -, ao contrário de muitos tristes que andam por aí sempre felizes nas redes sociais, onde a vida é cor-de-rosa de segunda a domingo, assumiu que "andava muito preocupado em agradar, a corresponder a expectativas". "Não estava a ser eu." Mais à frente, admitiu uma depressão. "Se calhar… Não tomei antidepressivos, mas tive alguns momentos de angústia enormes… Mas agora estou mais equilibrado. Claro que sei que vou ter mais momentos destes na vida."

Quem não os tem? Os tristes, os mentirosos? Podia recordar aqui a mensagem emocionada de Manuel Luís Goucha sobre o Pedro, mas termino com José Carlos Malato, o nosso convidado desta semana na ‘Varanda da Esperança’ - eis uma das palavras mais bonitas do mundo. "Calhou-me escrever numa altura muito triste. Nos dias em que o Pedro decidiu partir. Coragem ou sofrimento atroz? Neste contexto, sei pouco da primeira e muito do segundo. Talvez por isso ainda ande por aqui."

Mais notícias de O Tal Canal

O que falta à TVI

O que falta à TVI

Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz são inferiores a Diana Chaves e João Baião, nas manhãs? Manuel Luís Goucha é pior do que Júlia Pinheiro, à tarde? Cristina Ferreira é assim tão má, no acesso ao prime time, que não ganha sequer um dia aos rivais, como Fernando Mendes? E a estratégia passar a mais “nós” e menos “eu”?
Tony Carreira: um pai destroçado

Tony Carreira: um pai destroçado

Não me interessa se a TVI esmagou nas audiências com a conversa do cantor com Manuel Luís Goucha. O que fica são as palavras de um homem marcado pela dor, mágoa, revolta, tristeza e angústia, que perdeu a filha, de 21 anos, num trágico acidente de viação.
De Catarina Furtado a Rúben Amorim

De Catarina Furtado a Rúben Amorim

Apresentadora continua a fazer um trabalho notável na sociedade portuguesa com a sua associação, Corações com Coroa. Podia despir-se no Instagram, vender sapatos, para ter mais seguidores. Mas não. Escolheu este caminho. Fez bem. Já a TVI podia aprender muito com o treinador campeão no Sporting.
Cristina Ferreira ameaça Daniel Oliveira

Cristina Ferreira ameaça Daniel Oliveira

Afinal, a ficção da TVI nunca morreu. Só precisava de uma aragem fresca, como é o caso de ‘Festa É Festa’. A da SIC, aparentemente, é que não mudou padrões e estacionou no tempo.
A carroça de Cristina Ferreira

A carroça de Cristina Ferreira

A ideia de ‘Festa É Festa’ é da diretora da TVI e os resultados não podiam ser melhores. Novela foi líder de audiências na primeira semana, uma semana negra para Pinto da Costa e a informação de Anselmo Crespo.

Mais Lidas

+ Lidas