'
Paulo Abreu
Paulo Abreu O Tal Canal

Notícia

Tony Carreira: um pai destroçado

Não me interessa se a TVI esmagou nas audiências com a conversa do cantor com Manuel Luís Goucha. O que fica são as palavras de um homem marcado pela dor, mágoa, revolta, tristeza e angústia, que perdeu a filha, de 21 anos, num trágico acidente de viação.
22 de maio de 2021 às 07:31
...
tony Carreira
Enorme momento de televisão, aquela conversa entre Manuel Luís Goucha e Tony Carreira, segunda-feira, 17, na TVI. Não me interessa se foi um exclusivo da estação, fruto de uma amizade de aço entre o cantor e Hugo Andrade, diretor de Conteúdos e Inovação – foi-o, claro, e ajudou-a a aproximar-se da rival SIC. A fazer a diferença. Não me interessa também se esmagou nas audiências – foi o programa mais visto do dia, com 1 milhão e 691 mil espectadores. O que fica são as palavras de um homem marcado pela dor, mágoa, revolta, tristeza e angústia. De um pai destroçado, que perdeu a filha, de 21 anos, num trágico acidente de viação.

"Tenho duas certezas na vida: uma delas é que nunca mais volto a ver a minha filha; e a outra é que nunca mais voltarei a ser o mesmo"; "Eu já não conto. Já deixei de pensar em mim… Quando a minha filha partiu, foi de uma violência extrema. Morri por dentro. Estou a tentar encontrar a minha vida cá dentro. Não tenho problemas em dizer que bebi mais do que devia. Andei ali uns tempos… Parecia um zombie. Depois, veio alguma violência. Fui injusto com pessoas que amo muito, fui agressivo com o mundo inteiro, revoltei-me com o mundo inteiro"; "Vou diariamente ao cemitério à procura de respostas"; ou "A noite é terrível, mas pior ainda é o acordar. O acordar é acordar na minha casa, porque já pouco saio daqui, e acordar sem saber onde estou, que dia é. Um vazio total. Adormecer é adormecer a chorar agarrado a uma almofada."

Manuel Luís Goucha superou o desafio, bem difícil, perante os olhos de um País inteiro, e provou que foi – de facto, era – a única óbvia opção para conversar com Tony Carreira. As lágrimas, a dor cúmplice com o cantor, os silêncios respeitados e, depois, aquele abraço, no final, roçam um quadro (quase) perfeito. Fátima Lopes, numa grande entrevista à ‘TV Guia’ considera-o "brilhante", justificando que "faz bem qualquer coisa".

Eis mais uma oportunidade para constatarmos que a apresentadora, mesmo magoada e desiludida com o que viveu em Queluz de Baixo nos últimos três anos, é uma mulher com "M" grande, cuja história da TV em Portugal não pode ser feita sem ela. A SIC tem aqui (mais) ouro...

Mais notícias de O Tal Canal

O que falta à TVI

O que falta à TVI

Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz são inferiores a Diana Chaves e João Baião, nas manhãs? Manuel Luís Goucha é pior do que Júlia Pinheiro, à tarde? Cristina Ferreira é assim tão má, no acesso ao prime time, que não ganha sequer um dia aos rivais, como Fernando Mendes? E a estratégia passar a mais “nós” e menos “eu”?
Tony Carreira: um pai destroçado

Tony Carreira: um pai destroçado

Não me interessa se a TVI esmagou nas audiências com a conversa do cantor com Manuel Luís Goucha. O que fica são as palavras de um homem marcado pela dor, mágoa, revolta, tristeza e angústia, que perdeu a filha, de 21 anos, num trágico acidente de viação.
De Catarina Furtado a Rúben Amorim

De Catarina Furtado a Rúben Amorim

Apresentadora continua a fazer um trabalho notável na sociedade portuguesa com a sua associação, Corações com Coroa. Podia despir-se no Instagram, vender sapatos, para ter mais seguidores. Mas não. Escolheu este caminho. Fez bem. Já a TVI podia aprender muito com o treinador campeão no Sporting.
Cristina Ferreira ameaça Daniel Oliveira

Cristina Ferreira ameaça Daniel Oliveira

Afinal, a ficção da TVI nunca morreu. Só precisava de uma aragem fresca, como é o caso de ‘Festa É Festa’. A da SIC, aparentemente, é que não mudou padrões e estacionou no tempo.
A carroça de Cristina Ferreira

A carroça de Cristina Ferreira

A ideia de ‘Festa É Festa’ é da diretora da TVI e os resultados não podiam ser melhores. Novela foi líder de audiências na primeira semana, uma semana negra para Pinto da Costa e a informação de Anselmo Crespo.

Saber mais sobre

Mais Lidas

+ Lidas