'
Pedro Chagas Freitas
Pedro Chagas Freitas Dicionário do Amor

Notícia

O amor é...

...é uma cegueira que nos abre os olhos.
13 de maio de 2019 às 16:12
...

[a explicação do envelhecimento]

Ser casado até nem é mau, digo eu, que sou um chefe de família há muito tempo. Agora que já ironizei um bocadinho, vamos falar a sério.

Uma das piores partes de todo este processo é o da socialização, quase obrigatória, com outros casais, com outras famílias. Parece que é obrigatório, de tempos a tempos, reunir a nossa família com a família de algum amigo, os miúdos têm a mesma idade, e de repente aquele que era o nosso companheiro de aventuras e de descobertas passa a ser, quando olhamos com atenção para ele, mais um chato de um pai que passa o seu tempo a dizer "tem cuidado, que te magoas", ou "deixa o teu irmão em paz", ou ainda o famigerado "fala baixo". Uma valente pessegada. Tudo o que nos mostre que estamos a cair de podres, que a idade também passou para nós, é doloroso e devia ser proibido, eu que um dia seja eleito qualquer coisa que vocês vão ver como é que elas mordem. 

[a explicação da psiquiatria]

Um psiquiatra é, segundo ouvi de muitos amigos meus da área, um maluco que quer curar outros malucos. Com isso, quer ver se se consegue curar a si, ou fazer de conta que está curado. Não faço ideia se assim será, sei é que, efectivamente, é necessária uma boa dose de loucura intrínseca para lidar com a loucura que, todos os dias, entra pela vida de um profissional deste métier. O meu psiquiatra, por exemplo, com certeza preferiria ter homorróidas a vida toda do que consultas comigo, e quando digo que o sei com toda a certeza digo-o por um motivo claro: ele, um dia destes, no meio de uma sessão em que, já não me lembro porquê, lhe urinava para as flores, disse-mo directamente, o mal-educado.  Salve-nos a loucura para nos manter sãos, alguém terá um dia escrito, se não escreveu esse alguém passo a ser eu, que acabei de o escrever, escusam de aplaudir. 

[a explicação da lei]

De entre todos os cegos, a senhora Lei é a mais teimosa: sabe perfeitamente que não vê a ponta de um corno e nem isso a faz deixar de exercer a sua actividade. Que puta de casmurra. 

[a explicação do poder público]

Quem manda decide em seu nome, como é óbvio, decide porque sabe que essa decisão vai ajudar as suas pretensões, decide para si e acima de tudo para si, mas usa o povo, o santo nome do povo, em vão, como se tivesse acabado de decidir de forma altruísta, em nome do coitadinho do povo, que nada pode e que felizmente tem estes energúmenos a tratar de si.  De entre todos os nojos, o falso altruísmo é o que mais me enoja.

 

Sonâmbulo: adj. Aquele que faz do sonho uma espécie de segunda vida — ou até mesmo a parte mais fascinante da vida; o mesmo que apaixonado.

Mais notícias de COMO F***DER UM CASAMENTO Manual Prático para Mulheres e para Homens

COMO F*DER UM CASAMENTO  18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

COMO F*DER UM CASAMENTO 18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

Saíste. E nem um beijo. Simplesmente foste. Tinhas certamente muito em que pensar, a empresa, as preocupações, as contas para pagar, os desafios que te esperam, mas foste sem um beijo. Deixaste um até logo distante, que quando foi falado já não estava aqui.
COMO F*DER UM CASAMENTO  15. SER RACIONAL.

COMO F*DER UM CASAMENTO 15. SER RACIONAL.

Eu sei: a culpa é minha. A culpa é minha e desta minha cabeça que não pára de pensar. Que não pára de questionar. Que não pára de querer entender tudo e mais alguma coisa.
COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

CARTA AO PREGUIÇOSO ARREPENDIDO: Meu grandessíssimo burro, como querias tu que a paixão resistisse, que a nossa vida, tal qual a sonhámos resistisse, se simplesmente te deixaste cair na preguiça? Como?
COMO F***DER UM CASAMENTO  11. MAGOAR.

COMO F***DER UM CASAMENTO 11. MAGOAR.

Somos do tamanho do que impedimos em nós para magoar quem amamos. Em mim impeço tudo. Se sei que te pode magoar, paro. Se sei que te pode magoar, respiro, acalmo. E não faço.

Mais Lidas

+ Lidas