Carlos Rodrigues
Carlos Rodrigues Televisão Meu Amor

Refresh no 10 de Junho

Todos os anos, as cerimónias do Dia de Portugal de Camões e das Comunidades Portuguesas são um aborrecimento televisivo. Este ano, a ideia de convidar um jovem de Portalegre que faz comentários na televisão e nos jornais teve o mérito de fazer o País falar sobre o assunto.

Humilhação merecida

Pegar num grupo de autointitulados “influenciadores”, que no fundo não passam de pessoas que metem umas coisas na net, e achar que isso mexe com o País real das 7 da tarde, foi a mais recente loucura da TVI. 'Like Me' durou menos de uma semana.

O marketing do boato

Pegar em mitos, falsidades ou fantasias e verificar a respetiva veracidade é uma rubrica que ficaria melhor no entretenimento do canal de Paço de Arcos.

A nova estreia de Maria

A 'Tua Cara Não me É Estranha' teve uma estreia positiva. Assim que os “agricultores” da SIC saíram do ar, a TVI passou para a liderança e acabou por ganhar o dia. Bons augúrios para o novo projeto de Cerqueira Gomes.

A Gioconda da Madeira

A audição ao comendador Joe Berardo, um dos maiores devedores da Caixa Geral de Depósitos, indignou o País por causa de uma frase (“pessoalmente, não tenho dívidas”) e de um sorriso imoral.

A TVI fez o sucesso da SIC

Ao dificultar a estreia da apresentadora no seu novo canal, os responsáveis de Queluz de Baixo aumentaram a curiosidade sobre o que aí vinha. A vitória de Cristina teve a ajuda dos seus antigos patrões.

Espectadores em fuga

A SIC alarga a margem sobre a TVI, em perda em todos os horários menos nas novelas portuguesas. Mas, numa comparação mais abrangente, o que predomina é a queda dos canais tradicionais.

A imagem do caos nas TV

Greve dos camionistas quase parou o País. A cobertura da crise dos combustíveis falhou na antecipação das consequências da greve. Depois, as televisões recuperaram.

'MAX' destrói as 7 da tarde  

No período de acesso ao horário nobre, o cão-inspetor está a fazer resultados desastrosos, mostrando a desorientação do canal nesta fase em que tudo parece correr mal a Queluz de Baixo.

Nus e sem audiências

Começar do Zero voltou a perder, e ficou a cerca de 300 mil espectadores do concorrente da SIC. Análise a um formato que leva os reality shows a bater no fundo.

SIC, líder até quando?

Março representa a consagração da nova estratégia da estação de Balsemão. A distância para a TVI já é considerável e tem tendência para se alargar nos próximos meses.

Fala o marido de Goucha

"Estação não tem estrutura profissional." O melhor diagnóstico sobre o que se passa na TVI não foi feito por nenhum diretor nem administrador da empresa. Foi Rui Oliveira quem melhor explicou o que esteve na origem da súbita derrota da TVI.

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável