Carlos Rodrigues
Carlos Rodrigues Televisão meu amor

TVI: é agora ou nunca?

Corrigir disparates de grelha e colocar os profissionais a fazerem o que sabem: estas são algumas das medidas urgentes para reduzir o nervosismo na estação, e ganhar tempo para pensar.

O capacete azul da RTP

Diretor de programas há um ano, pôs ordem na grelha, acabou com as séries insensatas e resgatou o estatuto ético da empresa. É muito pouco, mas já é alguma coisa. Avaliação do primeiro capítulo do mandato de José Fragoso.

A novela do futebol

Reflexão sobre o fenómeno dos programas de análise do jogo e das transferências de jogadores que preenchem grande parte da grelha de todos os canais de informação no cabo.

O POÇO sem fundo da TVI

O fracasso da nova novela de Queluz de Baixo é mais um passo no caminho que está a empurrar para o último lugar a estação que liderou o mercado, sem contestação, durante 15 anos.

Refresh no 10 de Junho

Todos os anos, as cerimónias do Dia de Portugal de Camões e das Comunidades Portuguesas são um aborrecimento televisivo. Este ano, a ideia de convidar um jovem de Portalegre que faz comentários na televisão e nos jornais teve o mérito de fazer o País falar sobre o assunto.

Humilhação merecida

Pegar num grupo de autointitulados “influenciadores”, que no fundo não passam de pessoas que metem umas coisas na net, e achar que isso mexe com o País real das 7 da tarde, foi a mais recente loucura da TVI. 'Like Me' durou menos de uma semana.

O marketing do boato

Pegar em mitos, falsidades ou fantasias e verificar a respetiva veracidade é uma rubrica que ficaria melhor no entretenimento do canal de Paço de Arcos.

A nova estreia de Maria

A 'Tua Cara Não me É Estranha' teve uma estreia positiva. Assim que os “agricultores” da SIC saíram do ar, a TVI passou para a liderança e acabou por ganhar o dia. Bons augúrios para o novo projeto de Cerqueira Gomes.

A Gioconda da Madeira

A audição ao comendador Joe Berardo, um dos maiores devedores da Caixa Geral de Depósitos, indignou o País por causa de uma frase (“pessoalmente, não tenho dívidas”) e de um sorriso imoral.

A TVI fez o sucesso da SIC

Ao dificultar a estreia da apresentadora no seu novo canal, os responsáveis de Queluz de Baixo aumentaram a curiosidade sobre o que aí vinha. A vitória de Cristina teve a ajuda dos seus antigos patrões.

Espectadores em fuga

A SIC alarga a margem sobre a TVI, em perda em todos os horários menos nas novelas portuguesas. Mas, numa comparação mais abrangente, o que predomina é a queda dos canais tradicionais.

A imagem do caos nas TV

Greve dos camionistas quase parou o País. A cobertura da crise dos combustíveis falhou na antecipação das consequências da greve. Depois, as televisões recuperaram.

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável