Pedro Chagas Freitas
Pedro Chagas Freitas

Notícia

O amor é...

...o jogo em que nunca sais a ganhar, porque se sais é porque já o perdeste.
28 de maio de 2019 às 15:59
...
O amor é...

[a explicação do charlatanismo]

 Há vários tipos de charlatanismo.

O meu é o de estar aqui, armado em escritor.

A nobre arte do charlatão é a de convencer o outro de que não é charlatão nenhum, e isso, se conseguido, já mostra que essa pessoa não é, de todo, charlatã; é, isso sim, inteligentã, e muitã, perdoe-se-me mais este trocadilho fácil, mas eu assumi, acima, que sou um charlatão, estavam à espera de quê, de literatura a sério, não? Pfft, pfft, pacóvios.   

[a explicação do desporto]

O desporto é uma fuga para a frente. Quem o inventou estava com falta de sexo e começou a tentar perceber o que poderia fazer a solo para se sentir menos tenso. Primeiro inventou a masturbação, como é óbvio, e depois, como o pénis já não respondia, inventou a actividade desportiva. Não se pode dizer, e aqui falo por mim, que tenha sido uma boa descoberta. Se esse indivíduo, que de certeza foi um homem, não tivesse os níveis de testosterona tão elevados a nossa vida seria muito mais simples e não haveria coisas tão ridículas como o running ou o walking ou outras cenas tão inexplicáveis assim, que consistem basicamente no oposto daquilo que mais prazer me dá: estar quieto, a fazer, exemplarmente, o nada fazer.  

[a explicação do jogo]

Sair enquanto se está a ganhar é o segredo dos grandes jogadores. Parece, à partida, algo simples, e é-o, sem sombra de dúvidas, mas só para quem não é um jogador. Um jogador, um adicto jogador, não o vê de modo tão simples assim. Ganhar é, para esse tipo de pessoa, apenas uma parte do processo, apenas uma parte do vício. Sair enquanto se está a ganhar é, à luz da sua míngua, uma desistência precoce, um atestado de incapacidade. Para um jogador, jogar é a ilusão, a vida inteira ali contida. Quando joga, nada mais interessa, nada mais o move. Um jogador não está a jogar; um jogador é a jogar. É aquilo que ele é. É ali que ele é. É o jogo que o corrompe, é o jogo que lhe oferece aquilo de que ele precisa. Sair a ganhar é o coito interrompido, o quase-orgasmo, o orgasmo dos fraquitos. Ele quer o orgasmo pleno. Ele quer continuar a jogar, só isso. É por isso que um jogador nunca é um grande jogador. 

[a explicação da inteligência]

Um grande jogador é aquele que sabe que já ganha há muito, sabe que está, ainda, a ganhar, como a sua família está a ganhar, confortavelmente instalada num resort de cinco ou seis estrelas numa ilha paradisíaca, sabe que tem tudo para passar o resto da vida a ganhar, ou a gastar, tanto vale, e é isso o que vai fazer, vai sair com discrição, vai recolher as fichinhas à caixa, e vai ganhar, fácil para quem não joga por vício mas por inteligência. 

Sono: s.m. Capacidade de sair do mundo para um nada que ocupa, nem que por instantes, tudo; o mesmo que beijo, o mesmo que abraço — se um beijo ou um abraço não te tiram do mundo para um nada que ocupa, nem que por instantes, tudo, então não são beijos ou abraços nenhuns.     

Mais notícias de O Tal Canal

Rita Pereira vai à guerra com a SIC

Rita Pereira vai à guerra com a SIC

A ficção pode bem vir a ajudar a decidir quem vai ganhar as audiências em 2020. A estação de Paço de Arcos está muito na frente, mas a de Queluz de Baixo tem gente com talento para inverter a situação.
Meghan Markle: vítima ou vilã?

Meghan Markle: vítima ou vilã?

Não me parece justo, nem tão pouco equilibrado que se coloque todo o ónus da decisão de um casal apenas sobre Meghan Markle. E Harry? Afinal foi ele que nasceu com sangue azul e que tem desde o berço obrigações ancestrais para com coroa britânica.
A última paixão de Ljubomir Stanisic

A última paixão de Ljubomir Stanisic

O chef jugoslavo vale ouro e a TVI tem de o saber mimar como uma estrela para continuar a tê-lo em Quleuz de Baixo. É que ele vale 24 vitórias durante o ano… no dia mais importante da televisão.
Mais porrada na TV

Mais porrada na TV

Cristina Ferreira ou Daniel Oliveira? Pois é... A trabalharem juntos há um ano, nem tudo corre de feição na SIC. 2020 promete muito.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!