'
Pedro Chagas Freitas
Pedro Chagas Freitas Dicionário do amor

Notícia

O amor é...

...aquilo que quando é inconfessável vale todas as confissões do mundo.
11 de junho de 2019 às 15:50
...
Pedro Chagas Freitas, Dicionário do Amor, crónica, amor, escritor

Confesso que te amo.

Confesso que pequei.

Confesso que falhei.

Confesso que nunca deixei de te amar, doa a quem doer, doa-me como doer. E dói tanto.

Confesso que te quero acima de tudo.

Confesso que faço tudo para te ter.

Confesso que não fiz tudo o que podia.

Confesso que ainda te desejo como te desejava no primeiro dia, que ainda te quero como na primeira vez.

Confesso que não faço sentido quando estou em ti, quando me perco em ti.

Confesso que sou incoerente, inconsequente, um pouco demente.

Confesso que temo.

Confesso que temo que vás, que alguém te faça ir.

Confesso que traí a tua confiança para te proteger, só para te proteger.

Confesso que o teu perigo é o meu perigo, que a tua dor é a minha dor.

Confesso que não deveria ter feito o que fiz, mas confesso que só o fiz porque me pareceu que tinha de ser feito.

Confesso que quero que estejas vivo, que tens de estar vivo.

Confesso que talvez tenha falado demais, explicado demais, tentado demais, conhecido más pessoas a mais.

Confesso que só queria uma vida melhor, um futuro melhor, nós os dois melhores. 

Confesso que magoa. Magoa não estares aqui. Magoa a sensação de que podes nunca mais voltar a estar aqui.

Confesso que mói. O tempo mói, apaga tanto e acende outro tanto.

Confesso que não aguento a rotina mas que agora dava tudo o que tenho para a ter de volta.

Confesso que não suportarei ter filhos órfãos do pai que amam e do marido que amo.

Confesso que rezo para que voltes, para que apesar de tudo, contra tudo, possas voltar.

Confesso que acredito que resistes.

Confesso que estou ansiosa.

Confesso que estou arrependida.

Confesso que agora que o telefone toca só espero que sejas tu.

Confesso que estes metros até ao telefone nunca mais passam.

Confesso que sinto o coração nas mãos ao ver que és tu, que é mesmo o teu número.

Confesso que tremo só de pensar que pode ser alguém com o teu telemóvel a dar-me a notícia que não quero ouvir.

Confesso que seria capaz de morrer para tu não morreres.

Confesso que nunca pensei amar-te tanto como agora, neste instante em que atendo a chamada.

(- Estou?)

Confesso.

 

Sufoco: s.m. Aquilo que te suspende a respiração — e muitas vezes aquilo que te faz respirar. Pode até haver vidas sem sufocos; mas essas não são vidas nenhumas.

Mais notícias de O Tal Canal

O futuro da TVI (também) passa pela união

O futuro da TVI (também) passa pela união

Cristina Ferreira anunciou uma série de novidades da estação para 2021 e acredita que é com elas que vai roubar a liderança das audiências à SIC. Para já, em Paço de Arcos não há uma reação. É natural, porque todos os cuidados são poucos… Afinal, um erro pode deitar tudo a perder.
Cristina Ferreira esticou-se e perdeu

Cristina Ferreira esticou-se e perdeu

Regressou à TVI, inventou um programa só para si, uma vez por semana, sem dia certo, gastou 300 mil euros e agora ‘Dia de Cristina’ chega ao fim em dezembro, após três meses de vida. Uma derrota em toda a linha para a apresentadora, diretora e acionista da estação.
A traição de Maria Cerqueira Gomes

A traição de Maria Cerqueira Gomes

A apresentadora fez um balanço da sua experiência em ‘Você na TV!’ e veio agora dizer que Manuel Luís Goucha nem sempre a ajudou, principalmente quando o colega estava "sem rumo" e "atiçado". Tudo escarrapachado na revista de Cristina Ferreira, diretora e acionista da TVI. Incrível!
A televisão salva vidas

A televisão salva vidas

Cristina foi ao 'Você na TV' e contou o seu isolamento profilático. Os afortunados espetadores terão aprendido mais sobre a Covid naqueles minutos do que em meses de comunicação institucional. O programa contribuiu para salvar vidas.
Mais pancada em Teresa Guilherme

Mais pancada em Teresa Guilherme

Apresentadora do ‘Big Brother’ volta a ser atacada, e dentro da própria casa: a TVI. Até quando irá ficar em silêncio? Ou até quando irá fingir que está tudo bem?
O "eu" perde sempre

O "eu" perde sempre

Quando me perguntam como é que vai acabar esta guerra, eu respondo: “Se nada mudar na TVI, acaba com a equipa do ‘nós’ a vencer". Ou seja, a SIC.

Mais Lidas

+ Lidas