Carlos Rodrigues
Carlos Rodrigues Televisão Meu Amor

Notícia

A nova estreia de Maria

A 'Tua Cara Não me É Estranha' teve uma estreia positiva. Assim que os “agricultores” da SIC saíram do ar, a TVI passou para a liderança e acabou por ganhar o dia. Bons augúrios para o novo projeto de Cerqueira Gomes.
24 de maio de 2019 às 14:55
...
A nova estreia de Maria
Foto: Liliana Pereira

A escolha de substituto para uma personalidade televisiva de relevo que decide abandonar um canal é sempre complicada. Há duas escolas predominantes em Portugal. A primeira, e que teve o seu pico no passado, indica que substituir alguém implica fazer uma rutura epistemológica, para que os espectadores esqueçam, simplesmente, quem foi substituído.

O exemplo clássico foi a troca de Catarina Furtado, na apresentação do 'Chuva de Estrelas', por alguém que estava nos antípodas. Na altura, a escolha de Emídio Rangel, na SIC, recaiu sobre José Nuno Martins, alguém que, à época, se houvesse bolsa de apostas, não teria mobilizado um único defensor.

José Nuno Martins fez o programa, não fez esquecer Catarina Furtado, mas abriu caminho a Bárbara Guimarães, que acabou por suceder a Catarina Furtado depois do ensaio falhado de José Nuno Martins, ou seja, algum tempo mais tarde e sem sobreposição direta.

A outra forma de substituir uma estrela que escapa de um canal foi praticada, agora, pela TVI. Com a saída de Cristina Ferreira, entrou alguém com semelhanças com a sua antecessora, e que é da mesma faixa etária. Porém, com alguns traços distintivos, e é neles que a estação aposta para marcar a diferença.

Da saloia para a nortenha, da loura para a morena, de Cristina para Cerqueira Gomes. Maria tem ainda um longo caminho a percorrer. Suceder diretamente a Cristina dificulta-lhe a tarefa. Mas o desempenho e o resultado na primeira experiência fora da órbita de Goucha são ambos de bom augúrio.                                 

O BENFICA E A TELEVISÃO
Todos os anos, por esta altura, o futebol celebra o campeão, e como o futebol é um desporto que move multidões, há sempre praças cheias, alternadamente em Lisboa e no Porto. Este ano, a cobertura dos festejos foi competente pela generalidade das televisões. A ausência de distúrbios facilitou o clima de festa.

SOS CRISTINA
Claro que a crescente aposta da TVI em colocar na generalista formatos mais apropriados ao cabo facilita a tarefa da SIC. Mas colocar Cristina Ferreira em dose dupla, e assim "tapar o buraco " das 7 da tarde, se é certo que pode ganhar facilmente, cria, pelo menos, o risco de dar mais um passo rumo ao cansaço de imagem da nova estrela da SIC. Não é boa ideia. 

DEBATES ELEITORAIS
A profusão de debates é um movimento inverso ao das votações. Quanto mais debates existem, maior parece ser o desinteresse dos eleitores e maior parece ser a abstenção. Domingo, a abstenção deverá voltar a subir para níveis recorde. Segunda-feira, o debate da RTP1 com todos os principais cabeças de lista teve praticamente duas horas e fez apenas 4,5% de share, percentagem que mal daria para eleger um eurodeputado. A conversa foi tão plácida que no final nem o mais atento espectador terá conseguido reter uma ideia. Assim é difícil.

O POÇO SEM FUNDO
Há semanas, avisámos aqui que o excesso de mexidas nas 7 da tarde, por parte da TVI, podia deitar tudo a perder. Estava em causa o cão Max. Logo nesse dia, a TVI mudou a programação. Desde essa altura, já mudou muitas outras vezes. Segunda-feira passada, a TVI fez 9,7% de share nesta hora, com um especial informação, número inimaginável para um canal até há pouco tempo líder incontestado. O poço terá fundo?

Mais notícias de O Tal Canal

O morgado e o deserdado

O morgado e o deserdado

Também a televisão tem horror ao vazio, como a natureza e a política. Grande ideias, formatos maravilhosos, apresentadores geniais, quantas vezes de nada valem porque alguém trabalha mais.
O noivo e os galácticos da SIC

O noivo e os galácticos da SIC

A SIC prefere antecipar-se à TVI e ao ‘Big Brother’ e, à pressa, sem o promover juntos dos portugueses, estrear já no domingo ‘O Noivo é que Sabe’. Com Cláudia Vieira ao leme, o sucesso do reality show não está na apresentadora.
O imperador César Mourão

O imperador César Mourão

O humorista da SIC estreou mais uma temporada de ‘Terra Nossa’ e destronou da liderança das audiências a novela ‘Quer o Destino’, da TVI. Mas o mais importante é mesmo o seu discurso ambicioso…
Teresa Guilherme em perigo

Teresa Guilherme em perigo

A apresentadora substitui Cláudio Ramos no ‘Big Brother’, após longa travessia no deserto, mas há cuidados a ter. Os inimigos estão aí

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
;