Carlos Rodrigues
Carlos Rodrigues Televisão Meu Amor

Notícia

A nova estreia de Maria

A 'Tua Cara Não me É Estranha' teve uma estreia positiva. Assim que os “agricultores” da SIC saíram do ar, a TVI passou para a liderança e acabou por ganhar o dia. Bons augúrios para o novo projeto de Cerqueira Gomes.
24 de maio de 2019 às 14:55
...
A nova estreia de Maria
Foto: Liliana Pereira

A escolha de substituto para uma personalidade televisiva de relevo que decide abandonar um canal é sempre complicada. Há duas escolas predominantes em Portugal. A primeira, e que teve o seu pico no passado, indica que substituir alguém implica fazer uma rutura epistemológica, para que os espectadores esqueçam, simplesmente, quem foi substituído.

O exemplo clássico foi a troca de Catarina Furtado, na apresentação do 'Chuva de Estrelas', por alguém que estava nos antípodas. Na altura, a escolha de Emídio Rangel, na SIC, recaiu sobre José Nuno Martins, alguém que, à época, se houvesse bolsa de apostas, não teria mobilizado um único defensor.

José Nuno Martins fez o programa, não fez esquecer Catarina Furtado, mas abriu caminho a Bárbara Guimarães, que acabou por suceder a Catarina Furtado depois do ensaio falhado de José Nuno Martins, ou seja, algum tempo mais tarde e sem sobreposição direta.

A outra forma de substituir uma estrela que escapa de um canal foi praticada, agora, pela TVI. Com a saída de Cristina Ferreira, entrou alguém com semelhanças com a sua antecessora, e que é da mesma faixa etária. Porém, com alguns traços distintivos, e é neles que a estação aposta para marcar a diferença.

Da saloia para a nortenha, da loura para a morena, de Cristina para Cerqueira Gomes. Maria tem ainda um longo caminho a percorrer. Suceder diretamente a Cristina dificulta-lhe a tarefa. Mas o desempenho e o resultado na primeira experiência fora da órbita de Goucha são ambos de bom augúrio.                                 

O BENFICA E A TELEVISÃO
Todos os anos, por esta altura, o futebol celebra o campeão, e como o futebol é um desporto que move multidões, há sempre praças cheias, alternadamente em Lisboa e no Porto. Este ano, a cobertura dos festejos foi competente pela generalidade das televisões. A ausência de distúrbios facilitou o clima de festa.

SOS CRISTINA
Claro que a crescente aposta da TVI em colocar na generalista formatos mais apropriados ao cabo facilita a tarefa da SIC. Mas colocar Cristina Ferreira em dose dupla, e assim "tapar o buraco " das 7 da tarde, se é certo que pode ganhar facilmente, cria, pelo menos, o risco de dar mais um passo rumo ao cansaço de imagem da nova estrela da SIC. Não é boa ideia. 

DEBATES ELEITORAIS
A profusão de debates é um movimento inverso ao das votações. Quanto mais debates existem, maior parece ser o desinteresse dos eleitores e maior parece ser a abstenção. Domingo, a abstenção deverá voltar a subir para níveis recorde. Segunda-feira, o debate da RTP1 com todos os principais cabeças de lista teve praticamente duas horas e fez apenas 4,5% de share, percentagem que mal daria para eleger um eurodeputado. A conversa foi tão plácida que no final nem o mais atento espectador terá conseguido reter uma ideia. Assim é difícil.

O POÇO SEM FUNDO
Há semanas, avisámos aqui que o excesso de mexidas nas 7 da tarde, por parte da TVI, podia deitar tudo a perder. Estava em causa o cão Max. Logo nesse dia, a TVI mudou a programação. Desde essa altura, já mudou muitas outras vezes. Segunda-feira passada, a TVI fez 9,7% de share nesta hora, com um especial informação, número inimaginável para um canal até há pouco tempo líder incontestado. O poço terá fundo?

Mais notícias de Por detrás da Câmara

Xeque-mate

Xeque-mate

Os pergaminhos de Ricardo Araújo Pereira dispensam qualquer tipo de encómio. O talento e a genialidade comumente reconhecidos aliados aos rasgos únicos de espontaneidade fazem dele um trunfo que qualquer canal de televisão gostaria de ter.
TVI em chamas

TVI em chamas

O Programa de Fernanda Serrano antes do 'Jornal das 8' não lembra a ninguém. E as audiências são implacáveis – perdão, os portugueses. A primeira aposta de Felipa Garnel é um fracasso.
Geração Impulse

Geração Impulse

Esta história não é minha, é da minha amiga Alice, da minha prima Luísa, da minha colega de trabalho Sofia, de milhões de mulheres espalhadas pelo mundo que estão solteiras e que, entre duas relações, recorrem à reanimação de um namoro antigo ou de um caso mal resolvido para se sentirem vivas.
Costa tem mais audiência

Costa tem mais audiência

No balanço da primeira semana de debates televisivos, o duelo entre o líder do PS e o líder do PCP foi o mais visto até ao momento. Curiosamente, a coordenadora do Bloco de Esquerda é quem tem menos espectadores nos debates emitidos em antena aberta.
Orgulho em ser português!

Orgulho em ser português!

Venho, desde há uns tempos a esta parte a olhar com outros olhos para o cinema português. É gritante a evolução e a maturidade adquirida nos últimos anos. Realização, produção e elencos fortes começam a fazer acreditar que um dia a voz da sétima arte lusitana vai fazer-se ouvir com estrondo além-fronteiras.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!