Luísa Jeremias
Luísa Jeremias Planeta cor de rosa

Notícia

A vitória das sonsas

Fiquem sempre de olho numa "sonsa", numa daquelas miúdas com olhar de anjo e postura de quem não parte um prato. Parte a loiça toda! Veja-se Georgina, a nanny tornada namorada de Ronaldo. Está grávida! Bingo!
30 de maio de 2017 às 14:04
Qual deusa de lábios carnudos e corpo de cortar a respiração, com entrada direta para os desfiles da Victoria's Secret... Foi preciso a russa Irina Shayk, linda de morrer, terminar o contrato com uma afamada marca de lingerie que - dizem as más línguas - a impedia de engravidar e, quase ao mesmo tempo, acabar o relacionamento com o Melhor do Mundo, Cristiano Ronaldo, para logo a seguir se encantar pela estrela de 'Ressaca' e... ficar grávida.

Irina, dos Aveiro, não levou nada! Apenas meia dúzia de presenças em galas ao lado do craque, sempre com vestidos maravilhosos, outas tantas férias ligeiramente enfadonhas (à excepção das primeiras, em que se "conheceram", em Nova Iorque) e, claro, acesso ao melhor que o mundo dos ricos e famosos proporciona, com entrada no circuito dos melhores fotógrafos e revistas de moda. Fica para a história a sessão fotográfica que fez capa da Vogue espanhola, assinada por Mário Testino, na qual Irina e Ronaldo apareciam em "roupa de casa e de cama" na mansão madrilena do craque. 
Outros tempos...

É que o troféu da "mãe do filho" do Melhor do Mundo já tem dona. Nada mais nada menos do que a pequena Georgina. Uma espanhola amorosa, com roso de menina marota mas bem comportada à frente dos pais, 'nanny' de profissão, com as aspitações a modelo, corpo de garota, olhar cândido e aquele ar de "vizinha do lado" - como chamam os americanos a este género - que encantou os Aveiro. 

O que tem esta miúda de tão especial? Isso mesmo: é miúda! Lembram-se das primeiras fotos que vimos do casal? Não, não eram numa piscina de 'rooftop' de NYC, em pleno Verão que quase 40 graus na cidade que nunca dorme, como aconteceu com Irina. Eram na Disneyworld, em Paris. E o casal nem sequer estava sozinho, mas antes rodeado por aquele rancho de amigos e família que nunca larga o craque. Era Inverno, estava um frio de rachar, os dois andavam bem agasalhadinhos e rodeados pelos casais amigos. Ou seja: já eram uma família "normal". Para perfeita... só faltavam os filhos. 
Bom... Ronaldo já tinha um. Querido até mais não! O pequeno Cristianinho que faz as delícias do pai e do mundo inteiro, é criado pela avó, mas como não tem mãe que se conheça o nome, ganhou uma nova 'nanny', habituada a lidar com crianças: Georgina, Gio para os amigos.

A espanhola é tão perfeita que até vai a concertos de reggaton com o craque, gosta da música que Kátia faz e aposto que sabe de cor o 'Bailando' do Enrique Iglesias e do nosso Mickael, e canta o 'Despacito' de uma ponta à outra. Não dá nas vistas, nem dá beijos na boca (que se vejam). Só dá a mão ao pequeno Cristianinho, de quem é já mais do que uma ama, é uma nova mãe. 

Eu estou fã da menina Georgina, que se saiu melhor do que a encomenda! Aliás, parece encomendada à medida para os gostos do craque e dos Aveiro. Ela protagoniza, na gíria feminina, aquilo a que se chama uma "sonsa": a que não parte um prato... mas depois parte a loiça toda. No caso: ser mãe do novo filho do multimilionário e melhor jogador de futebol do mundo, CR7. 

E vão por mim: o mundo é das "sonsas". Porque as "sabidas" (como a russa Irina) têm a fama, as "sonsas", o proveito. Um bocadinho como as crianças que a "fazem pela calada" e no final ainda se fazem de vítimas. E como o povo adora uma "vítima", melhor ainda. 
Por isso, à querida Gio, sinceros parabéns pelo rebento a caminho e uma piscadela de olho pelo processo bem conduzido. Nada como ser discreta... e giraça, claro...

Mais notícias de POR DETRÁS DA CÂMARA

Calvário na televisão

Calvário na televisão

Embora legítima, não deixa de surpreender a opção de Ângelo Rodrigues em aceitar o convite da estação onde trabalha para expor o que já disse prezar acima de tudo: a vida privada.
Escola e violência

Escola e violência

Uma comunidade contaminada pela incapacidade do juízo crítico e fome de saber está condenada ao fracasso e a ser dominada pelos medíocres que se formaram em ‘chico-espertice’.
Acabou em amor

Acabou em amor

‘Terra Brava’ tem tudo, desde Mariza a João Catarré e Mariana Monteiro, passando por Carlos do Carmo e o Alqueva, até aos cavalos e a pequena vila. E não é de estranhar por isso que seja já líder de audiências em Portugal. Estou apaixonado pela nova novela da SIC.
Olhar com o Coração

Olhar com o Coração

Aquilo que eu pensava e não dizia tinha a ver com eu sentir que as pessoas sentiam.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!