Paulo Abreu
Paulo Abreu

Notícia

Ataque infeliz a Malato

Em vez de se focar em Goucha e valorizar o sucessor de Teresa Guilherme na ‘Casa dos Segredos’, o director-geral da TVI apontou a mira ao alentejano, que recusou o convite para dar a cara ao ‘reality’. Mais um tiro triste.
06 de janeiro de 2018 às 08:00
...
Ataque infeliz a Malato

A TVI voltou a vencer o campeonato das audiências, pelo 13.º ano consecutivo, e está de parabéns por isso. Mas que continua a dar tiros nos pés, continua. Desta vez, na apresentação de ‘Casa dos Segredos’, em Lisboa, Bruno Santos decidiu disparar sobre José Carlos Malato, em vez de se focar em Manuel Luís Goucha e valorizar assim o sucessor de Teresa Guilherme. Tudo – imagine-se – porque não gostou de que o seu convite, supostamente secreto ao alentejano para conduzir o ‘reality show’, tivesse sido tornado público – notícia avançada, em exclusivo, pela ‘TV Guia’, em 7 de Dezembro. Dizer agora aos jornalistas que vai ter "uma conversa com ele" e que "é engraçado que estas coisas aconteçam sempre na altura em que se estão a renovar contratos" é, no mínimo, deselegante para alguém que assume um lugar tão distinto numa estação líder.

Veja-se bem: em momento algum o director-geral da TVI desmente o convite a José Carlos Malato. E não o faz porque, de facto, convidou a estrela da RTP para se mudar para Queluz de Baixo, nomeadamente para comandar a ‘Casa dos Segredos’. E insinuar, portanto, que o seu "amigo" alimentou esta notícia para "apertar" com os responsáveis da estação pública na renovação do seu vínculo laboral é injusto para o profissional e homem de carácter que é o apresentador. Não faz sentido. Como não faz sentido nenhum também Bruno Santos ter pensado, um dia, que o alentejano tinha o perfil adequado para dar a cara a este ‘reality show’. Não tem. Mas, bom, isso já era outra conversa.

Fruto de uma concorrência débil, que se limita a fazer cócegas na informação e na ficção nacional – falo da SIC –, há margem para haver desnortes na TVI. Acontece em todo o lado. Mas tantos, em tão pouco tempo, não é normal. Era bom que Bruno Santos deixasse de lado estes ataques infelizes a um "amigo de longa data" e se concentrasse no seu trabalho. Um exemplo? Convencer o ‘chef’ Ljubomir Stanisic a fazer a segunda temporada de ‘Pesadelo na Cozinha’, apenas o melhor programa de televisão em 2017.

Mais notícias de Piquete de Polícia

Caldo avinagrado

Caldo avinagrado

As redes sociais não são más porque nelas lemos, e vemos, palavras ordinárias, frases ainda mais reles, porque o insulto tem rédea solta. Pelo contrário. São uma poderosa fonte de liberdade.
Boa noite, Manuela

Boa noite, Manuela

Não sei que problemas Manuela Moura Guedes poderá trazer no futuro à SIC, dentro e fora de portas, o que sei é que a nova estrela da estação de Carnaxide para a área da informação.
Jornalistas em perigo

Jornalistas em perigo

No espaço de 1 ano, 3 repórteres foram assassinados na União Europeia. Todos investigavam esquemas de corrupção, máfias e poder político. A democracia jamais pode ser dada como adquirida.
Dias Fáceis

Dias Fáceis

Devemos respeitar a tristeza, mas não devemos alimentá-la, sob o risco de se tornar num monstro. Os monstros ocupam muito espaço, requerem muita atenção, podem virar-se a nós a qualquer momento e impedem-nos de viver a vida sem medo.
Renitência

Renitência

Renitência: s.f. Constructo psicológico próprio dos humanos; quem nunca tremeu nunca viveu.
Morangos, finalmente

Morangos, finalmente

No meio de tanto segredo à volta das estreias da TVI, que tantas vezes desrespeita o espectador, o regresso da novela juvenil é uma boa notícia. Que em Queluz de Baixo se comece a olhar para a nova estratégia da SIC.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável