Paulo Abreu
Paulo Abreu O Tal Canal

Notícia

Canalha à solta na TVI

A administração e o director de Informação têm de chamar a PJ a Queluz de Baixo para saber quem quis matar profissionalmente Judite Sousa.
10 de novembro de 2018 às 07:00
Judite Sousa vive momentos felizes no Brasil
judite sousa, brasil
judite sousa, ricardo silva
judite sousa, brasil
judite sousa, ricardo silva
judite, ricardo silva
judite sousa, ricardo silva
Judite Sousa
Judite Sousa
Judite Sousa
Judite Sousa
judite sousa, brasil
judite sousa, brasil
judite sousa, brasil
judite sousa, brasil
judite sousa, ricardo silva
judite sousa, brasil
judite sousa, ricardo silva
judite, ricardo silva
judite sousa, ricardo silva
Judite Sousa
Judite Sousa
Judite Sousa
Judite Sousa
judite sousa, brasil
judite sousa, brasil
judite sousa, brasil

Todos sabemos que Judite Sousa é um alvo fácil para muitos, principalmente dos parasitas e cobardes, aqueles que, nas redes sociais, por trás de perfis falsos, destilam ódio, inveja, ciúmes e insultos gratuitos. Desta vez, a jornalista da TVI, com um percurso profissional imaculado de mais de 30 anos, foi vítima de uma canalhice de um colega.

No Rio de Janeiro, impossibilitada de fazer um directo num determinado local, por causa do excesso de luminosidade que afecta a sua visão (os oftalmologistas chamam-lhe fotofobia), discute com o repórter de imagem, chegando mesmo a dizer, em desespero de causa, que quem manda ali é ela. Obviamente. Além do seu passado, recordo que é directora adjunta de Informação da estação.

Mas passemos à frente da inocência irritante de Ricardo Silva, que a acompanhou na derradeira semana de campanha eleitoral no Brasil, ao insistir numa situação que cheira a desautorização a uma superior hierárquica: quem a quis amachucar, humilhar ou até destruir? Já em Portugal, magoada, desiludida, triste e revoltada com o roubo das imagens da discussão com o seu colega, Judite Sousa desabafou, na rede social Instagram: "Só tenho mesmo de estar preocupada com quem me quer tramar na TVI. E isso agora vai ter de ser descoberto. Custe o que custar. A mim e à empresa que me contratou em 2011."

Naturalmente. E o que se impõe, portanto, neste momento, é o director de Informação, Sérgio Figueiredo, e a administração da Media Capital unirem-se em redor de um dos seus melhores activos (e parece-me que estão) e irem até ao fim no apuramento da descoberta da tal toupeira, com ou sem ajuda da Polícia Judiciária, porque o que aconteceu é gravíssimo, que mancha a história de qualquer televisão.

Ah, sobre a discussão entre Judite Sousa e Ricardo Silva, no Rio de Janeiro, apetece-me dizer uma coisa: só quem nunca trabalhou ou, neste caso, quem não é jornalista é que nunca passou por uma situação semelhante no terreno – para mim, a discussão é banalíssima e só ganha um contorno destes porque alguém roubou as imagens com o objectivo de matar profissionalmente alguém.

O que eu teria feito? Eu teria dito uma c********, em voz alta, e arrumava com a questão logo à primeira resistência do meu camarada. Era limpinho, limpinho.

 

Mais notícias de Pessoas Como Nós

A menina Clarinha e eu

A menina Clarinha e eu

Não sei quantas vezes tentei esquecer-te, talvez menos do que tu e mais do que o meu coração aguenta, a única que sinto é que, cada vez que a dou espaço à razão, o meu coração começa a encolher-se como um bolo sem fermento, a vida fica sem açúcar e os dias sem sabor.
SIC ataca (e bem) a TVI

SIC ataca (e bem) a TVI

O ‘Big Brother’ ganha ao ‘Agricultor’? Não faz mal: aposta-se em ‘Nazaré’. O ‘Somos Portugal’ é uma marca? Não faz mal: faz-se uma coisa igual. Na guerra vale tudo, e a estação de Queluz de Baixo não tem muito tempo…
Impossível baixar a guarda!

Impossível baixar a guarda!

Infelizmente basta ligar a televisão ou ler as manchetes dos principais jornais e meios de comunicação online para perceber que as festas ilegais continuam a acontecer de norte a sul do país; que os convívios multinucleares são cada vez mais encarados como autênticas festas de desconfinamento, que o sol, o calor e o mar estão a toldar os sentidos conduzindo-nos para o precipício.
Os milagres na TVI… e alunos e professores em lágrimas

Os milagres na TVI… e alunos e professores em lágrimas

Aos domingos, o ‘Big Brother’ parte sempre muito atrás de ‘Quem Quer Namorar com o Agricultor?’, mas tem conseguido vencer o rival, o que é notável. Tudo numa semana em que as escolas fecharam e a emoção tomou conta de todos.
Quem é do mar regressa sempre ao mar

Quem é do mar regressa sempre ao mar

Do Pedro prefiro guardar o seu sorriso tão doce e tão despojado. Prefiro lembrar o seu trabalho dedicado a cada personagem, o seu tom sempre elegante e de cavalheiro, o seu amor pelo mar. É lá que ele se sentia livre. E é lá que viverá para sempre.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
;