Pedro Chagas Freitas
Pedro Chagas Freitas Como F**er um Casamento?

Notícia

Como F**er um Casamento? 1. Não ouvir

És o homem da minha vida e eu hoje faço anos, por mais que me custe um dia aprendo a festejar sem ti, garanto-te.
11 de outubro de 2019 às 20:44
...
Como F**er um Casamento? 1. Não ouvir

És o homem da minha vida e eu hoje faço anos,

tirei um dia de férias lá do escritório para nós,

de certeza que sabes que só queria que viesses mais cedo,

pode ser às quatro, pode?,

e depois vamos ver como ficou o parque novo junto ao café onde nos conhecemos,

sabes onde é, não sabes?,

ainda ontem ou anteontem te falei nele,

fizeste de conta de que não ouviste mas de certeza que estavas só a querer disfarçar, já deves ter tudo preparado,

provavelmente até estará lá a nossa menina,

temos a filha mais linda de sempre, não temos?,

temos o amor mais lindo de sempre, não temos?,

e merecemos, claro que merecemos,

como quem não quer a coisa falei-te no outro dia naquele restaurante de sushi em frente à praia velha, na esquina com a ponte,

até fiz um gosto no menu deles na página de Facebook,

deves ter visto, com certeza,

aposto que estás quase a chegar,

o trânsito, o trânsito,

às cinco também não está mal,

anda, anda,

não telefonaste a dar-me os parabéns porque queres fazer-me uma surpresa, só pode ser,

e de manhã saíste tão à pressa,

aquela reunião importante, aquela reunião importante,

nem me deste ainda os parabéns,

mas são cinco e meia e não tenho dúvidas de que estás quase a chegar,

quase, quase,

vou fazer de conta de que estou surpreendida, prometo, vou dar o meu melhor para disfarçar,

toca a o telefone e és tu,

sim, sim, meu amor, não há problema, não há problema,

como se eu acreditasse que logo hoje, no dia do meu aniversário,

no dia do aniversário que eu te disse há uma semana que era o mais importante da minha vida, não sei porquê mas é,

amar é ouvir, amar também é ouvir, ouviste bem?,

como se eu acreditasse que logo neste aniversário não vinhas jantar,

estás mas é quase a chegar, meto a minha mão no fogo por isso,

vai ser uma surpresa de arromba,

vais chegar com a Andreia e vai ser espectacular,

até já estou a chorar só de imaginar,

olá, mãe, tiveste saudades minhas?,

sim, minha filha, meu amor, sim, 

sete horas e a Andreia já chegou,

nem sinal de ti,

não estou preocupada, devem ter combinado bem isto, malandros,

amo-vos tanto, tanto,

quando sonho comigo sonho contigo e com ela,

és o homem da minha vida e eu hoje faço anos,

amo-te tanto, meu safado,

vê lá se chegas que são dez horas e o meu dia está a acabar,

é bom que tenhas o melhor presente de sempre,

o tal restaurante fica para depois, sem problema, desde que estejas tu, desde que venhas tu,

amar também é estar, sabes?,

já te confidenciei isso mil vezes, cá vai mais uma,

amar é estar,

...
casal

onze e meia e tu não estás, nem um telefonema,

a Andreia canta-me os parabéns, faço um esforço para não chorar,

que triste é um amor que não está,

que triste é um amor que não ouve,

muitas felicidades e muitos anos de vida,

abraço a nossa filha e falo-lhe bem de ti, vou falar-lhe sempre bem de ti, fica tranquilo,

o pai já vem, o pai não se esqueceu de mim, o pai já vem e vai trazer muitos beijinhos e muitos presentes para a mãe, vais ver,

quando chegares vais saber que te amamos,

mas vais ter a casa toda só para ti,

considera isso o meu presente neste dia tão especial,

amo-te,

és o homem da minha vida e eu hoje faço anos,

por mais que me custe um dia aprendo a festejar sem ti,

garanto-te.

Mais notícias de O Tal Canal

Teresa Guilherme em perigo

Teresa Guilherme em perigo

A apresentadora substitui Cláudio Ramos no ‘Big Brother’, após longa travessia no deserto, mas há cuidados a ter. Os inimigos estão aí
A menina Clarinha e eu

A menina Clarinha e eu

Não sei quantas vezes tentei esquecer-te, talvez menos do que tu e mais do que o meu coração aguenta, a única que sinto é que, cada vez que a dou espaço à razão, o meu coração começa a encolher-se como um bolo sem fermento, a vida fica sem açúcar e os dias sem sabor.
SIC ataca (e bem) a TVI

SIC ataca (e bem) a TVI

O ‘Big Brother’ ganha ao ‘Agricultor’? Não faz mal: aposta-se em ‘Nazaré’. O ‘Somos Portugal’ é uma marca? Não faz mal: faz-se uma coisa igual. Na guerra vale tudo, e a estação de Queluz de Baixo não tem muito tempo…
Impossível baixar a guarda!

Impossível baixar a guarda!

Infelizmente basta ligar a televisão ou ler as manchetes dos principais jornais e meios de comunicação online para perceber que as festas ilegais continuam a acontecer de norte a sul do país; que os convívios multinucleares são cada vez mais encarados como autênticas festas de desconfinamento, que o sol, o calor e o mar estão a toldar os sentidos conduzindo-nos para o precipício.
Os milagres na TVI… e alunos e professores em lágrimas

Os milagres na TVI… e alunos e professores em lágrimas

Aos domingos, o ‘Big Brother’ parte sempre muito atrás de ‘Quem Quer Namorar com o Agricultor?’, mas tem conseguido vencer o rival, o que é notável. Tudo numa semana em que as escolas fecharam e a emoção tomou conta de todos.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
;