Francisco Moita Flores
Francisco Moita Flores Piquete de Polícia

Notícia

Crianças da IURD

Esta enorme árvore onde se mistura crendice e crime, tende a tapar a floresta. E a floresta esconde os técnicos de acção social, magistrados, juízes que, há cerca de vinte anos, permitiram que tudo isto acontecesse.
14 de janeiro de 2018 às 17:39

Conforme se vão conhecendo os factos sobre crianças adoptadas em circunstâncias que, tudo indica, foram arrepio da lei portuguesa, mais sórdido se torna o caso e maior é a repugnância pelos mecanismos de poder da auto-intitulada Igreja Universal do Reino de Deus. Notícias que revelam uma rede de tráfico de crianças baseada na mentira e na ausência de escrúpulos, explorando a fragilidade de pais e mães crentes no absurdo miraculoso da instituição.

Provoca repulsa. Porém, esta enorme árvore onde se mistura crendice e crime, tende a tapar a floresta. E a floresta esconde os técnicos de acção social, magistrados, juízes que, há cerca de vinte anos, permitiram que tudo isto acontecesse com a complacência, para não dizer corrupção, do próprio Estado.

A maioria dos crimes, que agora têm sido divulgados, estão prescritos. Isto é, já não é possível perseguir criminalmente quem, à data, abusou do seu poder para entregar crianças, sabe-se lá a troco de quê, à IURD. Porém, é preciso que se saiba quem foi. Se ainda está em funções. Se continua a gerir crianças em risco e quais os critérios que tem tomado para que, em primeiro lugar, estejam os superiores interesses do menor adoptado.

É preciso que se saiba até onde chegou o desleixo, a ausência de critério, a prática de eventuais crimes. E, sobretudo, é preciso que se saiba se, ainda hoje, esses funcionários, ocupam posições decisórias no que respeita à gestão de crianças em crise familiar.

Em segundo lugar, é urgente que se investiguem as práticas, os processos, as finalidades empresariais da IURD. A lei da Liberdade Religiosa é muito permissiva em relação aos vários credos, com isenções de fiscalização, nomeadamente tributária, que não se aplicam ao comum das empresas e instituições. Mas não pode existir tal lei de forma a admitir, ou permitir, a prática de crimes.  Investigue-se. Já chega de crimes cometidos em nome de Deus.

Mais notícias de Dicionário do amor

Razão

Razão

Razão: s.f.: Aquilo que, muitas vezes, perdemos para tentarmos ter: há tanto quem perca a razão para ter razão, que estupidez.
Um cancro na SIC

Um cancro na SIC

Que audiências teria o ‘Jornal da Noite’, com Clara de Sousa ou Rodrigo Guedes de Carvalho, se não tivesse, às 19:00, um sofrível programa, como ‘Linha Aberta’, de Hernâni Carvalho?
A novela de Bruno

A novela de Bruno

Os maiores patrocinadores e as estações de televisão que apostaram milhões no certame da Rússia estão a arder com o investimento, devido à crise que afecta o clube verde-e-branco. Drama no sporting está a abafar o mundial de futebol.
Trinta mil cavalos

Trinta mil cavalos

A adolescência da geração os filhos do 25 de Abril foi a última a dançar slow e a gravar cassetes inteiras com músicas para namorar, curtir, andar na marmelada, e claro, para dançar agarradinhos, muitas vezes em festas de garagem, com papel celofane encarnado a embrulhar os abat-jours e rondas policiais regulares de um ou dois adultos pelo perímetro para verificar se a malta não se estava a esticar. É claro que a malta se esticava, mas não era ali. Era dentro dos carros num lugar sossegado com vista para o mar, ou em casas onde os pais não estavam.
Espanha – 1982

Espanha – 1982

Até que ponto o avanço tecnológico nos faz viver com mais fervor o maior espectáculo do mundo? Tenho sobre esse assunto as maiores reservas sobretudo quando dou por mim a viajar até 1982, ano em que, pela primeira vez, vivi com intensidade a fase final de um Mundial
Raciocínio

Raciocínio

Raciocínio: s.f.: Aquilo que, apesar de ser a base de todos os teus passos, não é o que mais te faz cair. Qualquer burro é capaz de pensar mas só um génio é capaz de amar.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável