'
Carlos Rodrigues
Carlos Rodrigues Televisão meu amor

Notícia

Estes políticos ABUSAM!

Depois de o Presidente Marcelo ter telefonado, agora foi a vez do Primeiro-Ministro ir a estúdio, e levou a família toda. As conversas amenas com políticos começam a ser contraproducentes para... os políticos
08 de março de 2019 às 11:49
...
António Costa no programa de Cristina Ferreira

Os políticos exageram. Tentam de todas as formas e feitios passar a imagem de que são pessoas do povo, iguais a todas as outras. Vão a programas de televisão, mostram a família, conversam com ar simples sobre temas corriqueiros, agora até cozinham ao lado da mulher e dos filhos. Procuram parecer sinceros e verdadeiros, mas fazem-no de tal forma que o espectador português, mais do que habituado a estas andanças, já lhes tira de imediato as medidas, e passa a desconfiar.

Algum dia este movimento vai ter um refluxo, para evitar a rejeição popular dos políticos-que-mostram-que-são-pessoas-como-as-outras. Enquanto esse refluxo não chega, o Programa da Cristina convida tudo o que mexe. Desta vez foi o primeiro-ministro, no dia de carnaval, e numa emisão cheia de revelações. "Apanhei muita reguada à conta do meu sorriso", disse António Costa, depois de atribuir a sua tendência para sorrir ao nervosismo, que os professores nunca compreenderam e por isso levavam a mal.

Costa bateu o Presidente aos pontos. Marcelo foi acantonado num telefonema, Costa teve direito a estúdio, sofá, fotos, cozinha, e isto tudo em família. Costa também igualou Cristas na cozinha. "Lá em casa também tens um avental", disse Fernanda Tadeu para o marido, quando ele começou a cozinhar. Costa brilhou, falou dos fogos, falou de Pedrógão, desenvencilhou-se de temas incómodos a sorrir. Foi uma manhã em família, em direto para 700 mil portugueses.

Agora, cuidado!  Um dia isto acaba mal. E não será para Cristina Ferreira.

150 meses depois
Quando a nova direção de programas da SIC foi nomeada, ao analisar o estado de fragilidade da TVI, previ nesta página que a SIC poderia passar para o primeiro lugar, no máximo, até daí a 6 meses, ou seja, até dezembro do ano passado. Afinal, foi em fevereiro! A TVI estava num estado em que o rei já ia nu. 

Angola na RTP1
A entrevista de Vítor Gonçalves ao presidente de Angola, na RTP1, foi um momento de verdadeiro serviço público. Jogou na antecipação em relação à visita de Marcelo, e revelou um político que começa a surpreender o mundo. A emissão teve mais de 600 mil espectadores, e prova que o auditório do canal 1 gosta destes momentos de grande qualidade. 

À conquista da eurovisão, outra vez
Ter uma voz própria é o segredo para o sucesso no mundo do espetáculo. Um segredo muito difícil de alcançar. Conan Osíris conseguiu-o desde o momento menos que zero. Ou seja: muito antes do Festival, já toda a gente sabia quem ele era, e vaticinava-se a sua vitória. Assim foi. Um Festival muito pobre, que não conseguiu, sequer, tirar a RTP1 do terceiro lugar no dia, atrás de SIC e TVI, teve um vencedor que ameaça ser um fenómeno global, à altura de Salvador Sobral. Pode ser candidato à vitória, em Israel.

Teoria do prato da sopa
A SIC ataca a liderança seguindo a teoria do prato da sopa. Começa a refeição pela borda do prato, onde a sopa está mais fria, antes de atacar o centro, onde o calor pode queimar o céu da boca e é mais difícil de ingerir. Colocar "Olhó Baião" nas manhãs de fim de semana é mais uma colherada na borda do prato. Pode ajudar o canal, mas nada acrescenta à carreira do apresentador. E o horário nobre da SIC tarda a melhorar.

Mais notícias de O Tal Canal

Cristina Ferreira esticou-se e perdeu

Cristina Ferreira esticou-se e perdeu

Regressou à TVI, inventou um programa só para si, uma vez por semana, sem dia certo, gastou 300 mil euros e agora ‘Dia de Cristina’ chega ao fim em dezembro, após três meses de vida. Uma derrota em toda a linha para a apresentadora, diretora e acionista da estação.
A traição de Maria Cerqueira Gomes

A traição de Maria Cerqueira Gomes

A apresentadora fez um balanço da sua experiência em ‘Você na TV!’ e veio agora dizer que Manuel Luís Goucha nem sempre a ajudou, principalmente quando o colega estava "sem rumo" e "atiçado". Tudo escarrapachado na revista de Cristina Ferreira, diretora e acionista da TVI. Incrível!
A televisão salva vidas

A televisão salva vidas

Cristina foi ao 'Você na TV' e contou o seu isolamento profilático. Os afortunados espetadores terão aprendido mais sobre a Covid naqueles minutos do que em meses de comunicação institucional. O programa contribuiu para salvar vidas.
Mais pancada em Teresa Guilherme

Mais pancada em Teresa Guilherme

Apresentadora do ‘Big Brother’ volta a ser atacada, e dentro da própria casa: a TVI. Até quando irá ficar em silêncio? Ou até quando irá fingir que está tudo bem?
O "eu" perde sempre

O "eu" perde sempre

Quando me perguntam como é que vai acabar esta guerra, eu respondo: “Se nada mudar na TVI, acaba com a equipa do ‘nós’ a vencer". Ou seja, a SIC.
Cristina Ferreira cedeu a Cláudio Ramos

Cristina Ferreira cedeu a Cláudio Ramos

A diretora da TVI defendia que o apresentador não tinha cabedal para o ‘Big Brother’ e trocou-o por Teresa Guilherme. Agora, com as audiências abaixo do esperado, decidiu juntar os dois. É a sua primeira derrota.

Mais Lidas

+ Lidas