Reginaldo Rodrigues de Almeida
Reginaldo Rodrigues de Almeida Falar Global

Notícia

Mais um...

O Natal esta à porta e já passou. O tempo passa a correr.
04 de janeiro de 2017 às 12:40
...
Mais um...

Ora nem mais, o Natal estava à porta e já passou. "O ano passa a correr", "ainda no outro dia estávamos nas férias" são as expressões mais ouvidas logo a seguir a "Feliz Natal" e "Boas-Festas". Todas verdadeiras mas só em parte…

Para os que viveram mais um ano estruturalmente bem, mesmo com um pequeno problema aqui ou acolá pode ser bem verdade mas ao invés, todos aqueles que foram atirados repentinamente para a cama de um hospital, ou para o flagelo do desemprego, certamente não.

Não se esqueçam que a arte da estatística, essa verdadeira "pós-verdade" (expressão agora muito em voga com a força das realidades construídas no digital), habitualmente fala da pobreza mas não ajuda os pobres, fala do desemprego mas esquece-se dos desempregados, pelo que nesta altura do ano por mais lugar-comum que pareça a proposta, devemos refletir afinal porque é que o tempo passa a correr para uns mas para outros nem por isso.

Toldados pelas propostas de consumo desenfreado que já começaram nos longínquos idos de outubro, negamos também a evidência de o "Natal ser quando um homem quiser" e afunilamos todo o falso moralismo nesta época do ano, em que se distribuiram presentes, sorrisos e muitas mensagens a desejar o melhor quando durante o ano inteiro tantas vezes se fez o pior (também por isso, o tempo demora mais a passar para alguns).

Bom, quer queiramos quer não, é mesmo época de festas e por isso que o tempo passe a correr para todos pois quem corre por gosto não cansa e aí sim, rapidamente chegaremos ao próximo Natal, o de 2017.

Mais notícias de pessoas Como Nós

Devíamos ir a Paris

Devíamos ir a Paris

Há um fio que nos une e esse fio é feito de uma matéria invisível e misteriosa, um fio de nuvem que perdura para lá do tempo e do espaço.
Ljubomir pisca o olho à SIC

Ljubomir pisca o olho à SIC

Limpou a novela ‘Nazaré’ e ‘Casados à Primeira Vista’ e foi líder e audiências. Depois de ter dito que não queria fazer mais nada em TV, pisca o olho à SIC e diz que é “muito bem tratado” na TVI.
Manual de realização

Manual de realização

TVI derrota a SIC. Baratas, fogões imundos, comida apanhada do chão, um cozinheiro muçulmano que não pode provar os petiscos. O Pesadelo... tinha tudo para arrasar. Mas teve, sobretudo, um realizador de eleição.
Como F**er um casamento? 9. Lembrar tudo

Como F**er um casamento? 9. Lembrar tudo

A ausência é constantemente o que dói: o que de repente, ou não tão de repente assim, deixamos de ter. Melhor ainda: o que de repente, ou não tão de repente assim, deixamos de sentir.
Fátima Lopes está bem viva

Fátima Lopes está bem viva

A vestir a camisola da TVI, estação que anda pelas ruas da amargura, tem vencido a rival Júlia Pinheiro, da SIC. Vencer três dias em seis é extraordinário. Quem anunciou o funeral da apresentadora?
Mãos de pianista

Mãos de pianista

Ter um pai melómano é como ter um tesouro debaixo do colchão, e os meus dois irmãos e eu percebemos isso muito cedo.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!