Carlos Rodrigues
Carlos Rodrigues Televisão meu amor

Notícia

Nasce uma nova SIC

Dr. saúde é a principal novidade das tardes em Carnaxide.
09 de março de 2018 às 14:31
...
Nasce uma nova SIC

Uma estação com auditório mais pobre, mais idoso e menos urbano é o que resulta da mais recente alteração de grelha. É como se o canal estivesse a sofrer uma mutação sociológica à frente dos nossos olhos.

Arrancaram, finalmente, as novas tardes da SIC. O programa de João Baião e de Rita Ferro Rodrigues já tinha data marcada para acabar, e assim aconteceu. Em troca, a SIC passou a emitir duas novelas portuguesas repetidas, logo após o  Primeiro Jornal, Mar Salgado e Sol de Inverno. Logo a seguir, há um novo formato, Dr. Saúde, com uma temática adequada ao nome. Às 7 da tarde, continua Hêrnani Carvalho e o seu Linha Aberta, a precisar de crescer, mas sem cair no poço sem fundo que os seus antecessores da programação lograram atingir.

Trata-se de uma opção pobrezinha, que visa poupar recursos para outros horários, e que tenta passar entre os pingos da chuva sem comprometer. A repetição das novelas preenche 3 horas e meia a custo zero: o produto já está pago, já foi emitido, pelo que cumpre a sua função. Quem alinha a grelha desta forma prefere fazer 10 a 15 pontos de share sem gastar um tostão, em vez de investir dezenas de milhares de euros, e no final ter... os mesmos 10 a 15 pontos de share.

Eis que, na reorganização das tardes, está a nascer uma SIC dos novos tempos, e que tem a principal aparição no Dr. Saúde, apresentado por um rosto novo, Pedro Lopes. Vejamos os primeiros sinais: perto de dois terços de quem vê o programa tem mais de 45 anos, a mesma proporção de espectadores das classes D e E. É como se a SIC estivesse em plena transformação sociológica e geracional, rumo ao perfil da RTP1, e se afastasse dos mais novos e das classes sociais mais rentáveis comercialmente. Uma SIC mais pobre, mais idosa e menos urbana.

Metáfora dos novos tempos?                                      

Champions só a pagar
A Liga dos Campeões vai passar a ser um exclusivo Sport TV. Ou seja, em Portugal, o acesso ao futebol, nacional e europeu, está quase totalmente restringido a quem pode pagar a assinatura. Num país como o nosso, trata-se de uma limitação muito acentuada ao acesso público do produto, e um agravamento da menorização da TDT.

O jardim
Cláudia Pascoal sucede a Salvador Sobral no Festival da Eurovisão. Foi ela a escolhida na final de Guimarães, num espectáculo que continuou a senda de falhas da RTP neste evento de alta visibilidade para a empresa. Desta vez, falharam os microfones no clímax da festa. A escolha dos apresentadores para uma ocasião deste género foi, no mínimo, sofrível! 

Em los Angeles e nas Amoreiras
Interessante operação integrada, entre a SIC e a NOS, em redor dos Óscares. O espectáculo foi, durante anos, um exclusivo da TVI, mas a SIC conseguiu comprar os direitos. Este ano, inovou. Fez das Amoreiras um estúdio de informação e de entretenimento, juntou actores e actrizes portugueses, tentou fazer diferente. O resultado não foi nada de especial, tirando, claro, o próprio espectáculo, em directo de Los Angeles, mas a SIC tenta dar provas de vida. No estado actual da empresa, isso já não é pouco.

Meio milhão em fuga
Da primeira para a segunda gala, a Casa dos Segredos perdeu praticamente meio milhão de pessoas. Em concreto, foram menos 470 mil espectadores, e menos 11 pontos percentuais de share. É certo que a concorrência, na segunda semana, foi um pouco mais forte, com a final do Festival da Canção. Mas há sinais de preocupação sobre a resistência da aposta da TVI,  sobretudo se juntarmos as dificuldades dos diários...

Mais notícias de Por detrás da câmara

Gala ‘Sexy 20’

Gala ‘Sexy 20’

Se fosse de outra forma não me engalanava a rigor para perder horas (preciosas) de sono. A Gala ‘Sexy 20’ é irrepetível, não só pelo que promove como também pelos sonhos que oferece.
Remédio

Remédio

Remédio: s.m. O mesmo que amor. Não somos doentes quando amamos demais; somos doentes quando não amamos.
Rita Pereira destruída

Rita Pereira destruída

Cristina Ferreira deu uma entrevista a Rodrigo Guedes de Carvalho, na SIC, e a TVI respondeu com uma de Rita Pereira, a José Alberto Carvalho. Resultado? Meio milhão de espectadores a mais para a nova estrela de Carnaxide. Pior era impossível para a actriz.
Cristina esmaga a TVI

Cristina esmaga a TVI

Nova estrela da SIC foi ao 'Jornal da Noite'. A entrevista da nova rainha de Carnaxide derrotou Rita Pereira, no 'Jornal das 8', e facilitou uma estreia de sonho à nova novela da SIC. As manhãs serão suficientes para o furacão de audiências que aí vem?
Camisa Branca

Camisa Branca

A Beatriz chegou atrasada ao jantar lá em casa. Tínhamos marcado com uma semana de antecedência, miúdas às terças, a ver se depois do Verão conseguimos criar o hábito de nos juntarmos uma vez por semana.
Relógio

Relógio

Relógio: s.m. Objecto inventado para calar vazios; quem não tem o que olhar olha para o relógio.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Newsletter

Subscrever Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável