Pedro Chagas Freitas
Pedro Chagas Freitas Dicionário do Amor

Notícia

Nunca

Nunca: adv. Aquilo que, apesar de definitivo, tende a não ser eterno. Nunca sintas nunca.
23 de outubro de 2017 às 10:25
...
Nunca
Foto: Getty Images

[diálogos que se não existiram deviam existir]

no tribunal

— Deram-lhe então a escolher entre ficar sem a sua casa ou ficar sem a sua mulher, é isso?

Relacionadas Número Nota Nexo Nadar Nação

— Sim, Excelentíssimo Juiz.

— Muito bem. E o que escolheu o senhor?

— Ficar sem casa, Meritíssimo.

— Porquê?

— Não queria ficar ao relento.

na escola 

— O que estás a desenhar?

— A minha família, senhora professora.

— Mas eu pedi para desenharem o mundo.

— E foi o que eu fiz.   

no hospital

— Vai então ficar com a pulseira verde, senhor doutor, e com o número 23.

— O que se significa isso?

— Significa que é um médico aprovado pelos utentes.

— Óptimo, óptimo. E o número?

— Estamos no número 21. Quer dizer que basta chegarem mais dois utentes e o doutor é chamado a consultar.

— Excelente, excelente.  

— Espere só ali um pouco na sala de espera, por favor. Daqui a nada chamam pelo seu nome.

— Sim, claro. Obrigado.

na empresa

— Mandou-me chamar, chefe?

— Sim.

— O que se passa?

— Estamos bastante desiludidos consigo.

— Porquê? O que fiz eu?

— Confirma que hoje é o aniversário do seu filho?

— Sim, chefe.

— E confirma que é mesmo o senhor que está aqui, agora, neste momento?

— Sim, chefe.

— Não viu ainda a desilusão que nos causa a todos aqui na empresa?

— Acabei de perceber, chefe.

— Vamos ser forçados, como entenderá, a despedi-lo.

— Entendo, claro.

— Considere-se então despedido.

— Com certeza.

— Volte amanhã para ser readmitido.

— Assim farei.

A lógica é uma construção. Como a realidade, no limite, é uma construção. Ilógico é não questionar a lógica, não tentar perceber de onde ela vem, para onde é que ela vai, e sobretudo onde nos encaixamos nós no interior dela. O amor é a mais absoluta ilógica, e é só por ele que vivemos, ou queremos viver, pelo menos. Devia chegar isso para te fazer pensar — e amar, claro.

Nunca: adv. Expressão usada, amiúde, para libertar de pesos insustentáveis — e que, ironicamente, acaba por trazer pesos ainda maiores para carregar. Nunca sintas nunca.

Mais notícias de pessoas Como Nós

Devíamos ir a Paris

Devíamos ir a Paris

Há um fio que nos une e esse fio é feito de uma matéria invisível e misteriosa, um fio de nuvem que perdura para lá do tempo e do espaço.
Ljubomir pisca o olho à SIC

Ljubomir pisca o olho à SIC

Limpou a novela ‘Nazaré’ e ‘Casados à Primeira Vista’ e foi líder e audiências. Depois de ter dito que não queria fazer mais nada em TV, pisca o olho à SIC e diz que é “muito bem tratado” na TVI.
Manual de realização

Manual de realização

TVI derrota a SIC. Baratas, fogões imundos, comida apanhada do chão, um cozinheiro muçulmano que não pode provar os petiscos. O Pesadelo... tinha tudo para arrasar. Mas teve, sobretudo, um realizador de eleição.
Como F**er um casamento? 9. Lembrar tudo

Como F**er um casamento? 9. Lembrar tudo

A ausência é constantemente o que dói: o que de repente, ou não tão de repente assim, deixamos de ter. Melhor ainda: o que de repente, ou não tão de repente assim, deixamos de sentir.
Fátima Lopes está bem viva

Fátima Lopes está bem viva

A vestir a camisola da TVI, estação que anda pelas ruas da amargura, tem vencido a rival Júlia Pinheiro, da SIC. Vencer três dias em seis é extraordinário. Quem anunciou o funeral da apresentadora?
Mãos de pianista

Mãos de pianista

Ter um pai melómano é como ter um tesouro debaixo do colchão, e os meus dois irmãos e eu percebemos isso muito cedo.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!