Carlos Rodrigues
Carlos Rodrigues Televisão meu amor

Notícia

O “gordo” e a mulher

Noticiário regional da RTP1 é o mais inesperado caso de sucesso da TV portuguesa e deixa todos os dias uma herança avassaladora a Fernando Mendes e ao 'Preço Certo'.
27 de janeiro de 2017 às 10:00

Não está na moda, não tem o glamour de outras apresentadoras, não tem boa imprensa – na verdade, não tem imprensa praticamente nenhuma. Dina Aguiar conduz há anos o 'Portugal em Direto' e lidera o mercado de televisão no seu horário. Há razões para isso.

Com um alinhamento que junta uma forte componente regional à grande atualidade nacional, sem pruridos em noticiar o crime, o mau tempo ou os buracos na estrada, 'Portugal em Direto' é o típico produto que as elites urbanas da empresa do Estado tratam com enorme condescendência intelectual, porque têm vergonha da realidade do País.

O programa está bem feito, tem um conceito bem definido de atualidade, utiliza as técnicas de alinhamento mais modernas de todo o universo RTP (cabo incluído), e desenvolve narrativas ao longo da emissão, de forma eficaz, para "agarrar" o espectador.

Além disso, e talvez mais importante, faz a melhor rentabilização que se conhece dos recursos nacionais da RTP. Resultado: em janeiro, 'Portugal em Direto' leva uma média de 18,9% de share, contra 18,6% da TVI e 10,2% da SIC, no mesmo horário.

Acima de tudo isto, deixa uma herança diária fortíssima para 'O Preço Certo'. Ora, como o sucesso de qualquer programa depende sempre da dimensão do auditório que recebe do formato anterior, pode dizer-se que Dina Aguiar é a mulher que está por trás do triunfo do "gordo", como os fans carinhosamente tratam a "estrela" Fernando Mendes.

Mais notícias de O Tal Canal

TVI em chamas

TVI em chamas

O Programa de Fernanda Serrano antes do 'Jornal das 8' não lembra a ninguém. E as audiências são implacáveis – perdão, os portugueses. A primeira aposta de Felipa Garnel é um fracasso.
Geração Impulse

Geração Impulse

Esta história não é minha, é da minha amiga Alice, da minha prima Luísa, da minha colega de trabalho Sofia, de milhões de mulheres espalhadas pelo mundo que estão solteiras e que, entre duas relações, recorrem à reanimação de um namoro antigo ou de um caso mal resolvido para se sentirem vivas.
Costa tem mais audiência

Costa tem mais audiência

No balanço da primeira semana de debates televisivos, o duelo entre o líder do PS e o líder do PCP foi o mais visto até ao momento. Curiosamente, a coordenadora do Bloco de Esquerda é quem tem menos espectadores nos debates emitidos em antena aberta.
Orgulho em ser português!

Orgulho em ser português!

Venho, desde há uns tempos a esta parte a olhar com outros olhos para o cinema português. É gritante a evolução e a maturidade adquirida nos últimos anos. Realização, produção e elencos fortes começam a fazer acreditar que um dia a voz da sétima arte lusitana vai fazer-se ouvir com estrondo além-fronteiras.
O amor é...

O amor é...

...o que não precisamos para nada e sobretudo o que precisamos para tudo.
Golfinhos no Tejo

Golfinhos no Tejo

Só me interessam os amigos com quem atravessei a vida e que vão ficar para sempre.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!