Sandro Bettencourt
Sandro Bettencourt Por detrás das câmaras

Notícia

O pior negócio

Onde é que já vi isto? A resposta à minha pergunta, ao mesmo tempo que franzia os olhos para o ecrã, foi imediata. 'Biggest Deal' não será mais do que um sucedâneo do 'Bar da TV', um programa apresentado por Jorge Gabriel e de má memória para a SIC em 2001.
05 de outubro de 2017 às 19:20
...
O pior negócio

A aposta recorrente da TVI em reality shows não mereceria qualquer tipo de reparo, caso não fossem por demais conhecidos os efeitos negativos dessa mesma estratégia para a estação de Queluz de Baixo. Tamanha bizarria só pode ser justificada pelo deserto de ideias que popula nos canais generalistas e que tantas vezes já identifiquei.

Embora conhecedor-porque também trabalho todos os dias para isso-da exponecial dificuldade em conseguir persaudir e agradar a milhares de telespetadores, não consigo ficar indiferente ao autismo de quem continua a dar vida a formatos moribundos e totalmente desprovidos de conteúdo. O programa ‘Biggest Deal’, apresentado por Teresa Guilherme é o último da sua espécie e já provou à nascença que o seu ADN não será diferente dos ascendentes. 

Juntar 16 pseudo-figuras públicas numa casa com o objetivo de mostrar ao mundo as suas valências na gestão de negócios é algo que repele todo e qualquer mortal. Os telespetadores estão saturados de frivolidade no pequeno ecrã, as suas vidas precisam de muito mais e esse estado de espírito ficou bem demonstrado pelos números.

No dia 1 de outubro, a primeira gala de 'Biggest Deal', não foi além dos 700 mil espetadores, uma marca que fica para a história como o pior resultado de sempre em termos de estreias de um reality show a um domingo. E não, os culpados para mais este rotundo fracasso, tal como algumas vozes já procuraram fazer eco ao longo da semana, não foram o clássico entre o Sporting e o FC Porto, as eleições autárquicas ou Teresa Guilherme que será substituida por Cristina Ferreira.

Onde é que já vi isto? A resposta à minha pergunta, ao mesmo tempo que franzia os olhos para o ecrã, foi imediata. 'Biggest Deal' não é mais do que um sucedâneo de 'Bar da TV', um programa apresentado por Jorge Gabriel e de má memória para a SIC em 2001.

O vazio – e quedo-me por aqui em termos de análise – que marcou toda a hora e meia de emissão só podia resultar num mau resultado. Longe de querer ser o profeta da desgraça presumo que, ao invés das expetativas de Bruno Santos, o diretor de antena da TVI, o novo reality show que acarinha fará tudo menos jus ao nome. 'Biggest Deal', por tudo o que oferece e representa será um, senão o pior negócio dos últimos tempos.

Mais notícias de A Grelha da Semana

O morgado e o deserdado

O morgado e o deserdado

Também a televisão tem horror ao vazio, como a natureza e a política. Grande ideias, formatos maravilhosos, apresentadores geniais, quantas vezes de nada valem porque alguém trabalha mais.
O noivo e os galácticos da SIC

O noivo e os galácticos da SIC

A SIC prefere antecipar-se à TVI e ao ‘Big Brother’ e, à pressa, sem o promover juntos dos portugueses, estrear já no domingo ‘O Noivo é que Sabe’. Com Cláudia Vieira ao leme, o sucesso do reality show não está na apresentadora.
O imperador César Mourão

O imperador César Mourão

O humorista da SIC estreou mais uma temporada de ‘Terra Nossa’ e destronou da liderança das audiências a novela ‘Quer o Destino’, da TVI. Mas o mais importante é mesmo o seu discurso ambicioso…
Teresa Guilherme em perigo

Teresa Guilherme em perigo

A apresentadora substitui Cláudio Ramos no ‘Big Brother’, após longa travessia no deserto, mas há cuidados a ter. Os inimigos estão aí

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
;