Francisco Moita Flores
Francisco Moita Flores Piquete de Polícia

Notícia

Os erros de Sócrates

Esta semana vimos, nos grandes meios de comunicação social, imagens de alguns dos interrogatórios a José Sócrates. É o pretexto para esta crónica.
22 de abril de 2018 às 15:01
...
Os erros de Sócrates

Sem querer fazer nenhum juízo de valor quanto à bondade da Acusação  formulada no âmbito da Operação Marquês, agora que se anuncia pata Setembro o prazo limite para o pedido de instrução, José Sócrates, e a sua defesa, têm cometido erros sucessivos, caído em todas as armadilhas,  que o estão inexoravelmente a conduzir por um caminho sem regresso. 

Embora tenha advogados competentes, desde o início que percorreu um traçado completamente fora de uma boa estratégia de defesa.

Os inúmeros recursos que apresentou não se limitaram a questões de Direito, permitindo que em cada Acórdão da Relação se apreciasse matéria de facto que dificilmente consegue libertar-se na fase da instrução. A sua emotividade, que nas imagens passadas nos últimos dias são testemunho directo, para quem só sabia que ele tinha mau feitio, levou-os a tomar várias posições públicas, em palestras, conferencias, entrevistas em que seguiu um guião errado. Justificava as suas infelicidades como um ataque da Direita política, esquivava-se a perguntas concretas sobre factos do domínio público, quando algum jornalista mais atrevido o confrontava, respondia com agressividade desmedida.

No confronto com o Procurador sabia-se que tinham sido conversas tensas. Não se imaginava que fosse aquela raiva descontrolada com que arremete contra o sistema judiciário. Dou de barato os juízos que o condenam antes de julgamento. São juízos baseados na fé.

A Acusação é uma peça processual e não mais do que isso. Que as Defesas se encarregarão de desmontar ou não. Porém, se é certo que ele sabia que este processo iria ocupar o espaço mediático, ele que tanto se queixou da violação do segredo de justiça(e com razão), deveria ter percebido que tudo seria discutido na praça pública. Em vez da sobriedade, o transtorno.

Em vez da serenidade, a violência verbal quase demente. Prejudicou-se gravemente e arrastou nesse prejuízo a capacidade de defesa de outros arguidos. Responder-me-ão alguns que é criminoso a divulgação de imagens dos interrogatórios. Bom, isto é outra questão. Já velha e sem solução à vista. A verdade é que sabemos e vemos. E aquilo que se vê não augura nada de bom para José Sócrates.

Mais notícias de O Tal Canal

Bruno Nogueira na TVI

Bruno Nogueira na TVI

O protagonista de ‘E Como É Que O Bicho Mexe?’ prendeu no último live, no Instagram, 170 mil pessoas, incluindo Cristiano Ronaldo e Bruno Fernandes. Seria uma grande contratação da estação de Queluz de Baixo para fazer frente a Ricardo Araújo Pereira, na SIC, mas será que o dinheiro e a estabilidade só chegam para ir buscar Marco Horácio?
A TVI tem (bom) destino

A TVI tem (bom) destino

A nova novela da estação de Queluz de Baixo, gravada no Ribatejo, é um bálsamo na ficção nacional, com Pedro Teixeira em bom plano e outros atores a assinarem interpretações fantásticas. Luís Esparteiro, Marina Mota e Pedro Sousa são três rostos deste sucesso.
O dia mau de Rodrigo Guedes de Carvalho

O dia mau de Rodrigo Guedes de Carvalho

O que sobrou de útil da entrevista do jornalista da SIC à ministra da Saúde, Marta Temido, na SIC? Muito pouco, comparado com o ruído criado – e as centenas de insultos. E quando assim é, alguém fez mal o seu trabalho.
A dívida de Andreia Rodrigues a Ricardo Araújo Pereira

A dívida de Andreia Rodrigues a Ricardo Araújo Pereira

Na guerra dos reality shows, a SIC levou a melhor sobre a TVI no primeiro duelo. Como se esperava, aliás. Afinal, o humorista deu 1 milhão e 900 mil espetadores ao ‘Agricultor’… e José Alberto Carvalho 1 milhão e 163 mil a Cláudio Ramos. As contas são estas, neste momento, com o ‘Big Brother’ a ter tudo para crescer na próxima semana.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
;