Carlos Rodrigues
Carlos Rodrigues Televisão Meu Amor

Notícia

Os vídeos de Sócrates

Com a justiça a funcionar no processo do ex-primeiro-ministro, é hora de o jornalismo fazer o seu próprio balanço das implicações de um caso que entra para a História da democracia portuguesa.
20 de abril de 2018 às 11:07
...
Os vídeos de Sócrates

CMTV e SIC começaram a emitir os vídeos dos interrogatórios judiciais a José Sócrates. Um furo jornalístico tremendo por parte das duas estações. Trata-se do caso judicial mais importante da democracia portuguesa. Aqui chegados, é hora de fazer um primeiro balanço das implicações da Operação Marquês no nosso jornalismo.

Até agora, poucas consequências foram tiradas pela generalidade dos órgãos de comunicação social que ignoraram sistematicamente o processo. Pior: alguns deles denegriram outros jornalistas que investigaram e que, em vez de receberem os prémios que na pátria dos pulitzers açambarcariam, foram vítimas de menosprezo intelectual nos salões dos preguiçosos vaidosos. Como a TVI, por exemplo, que, por impulso censório, deixou de mostrar as capas do Correio da Manhã. Colocar Sócrates a comentar a prisão de Lula foi o mais recente episódio do teatro do absurdo em que se transformou a informação do canal.

O caso Sócrates teve efeitos profundos na justiça, na política e na economia portuguesas. Proporcionou, apesar das resistências, um questionamento de padrões éticos e comportamentais, algo mais profundo e muito diferente da mera implicação criminal. Será que só o jornalismo ficará imune? Continuarão a enlamear a profissão todas as marionetas que pulularam durante os anos Sócrates, e que lhe conseguiram sobreviver? Penso em comentadores, colunistas, jornalistas e directores que tentam manter-se à tona com a prática da espargata nas matérias éticas.

Os portugueses conhecem-nos a todos. E, em Portugal, os actos têm de passar a ter consequências.

Gonçalo sai após festival?
As finanças chumbaram a administradora financeira proposta para a nova equipa dirigente da RTP. Como resultado, a recondução de Gonçalo Reis está num impasse, o que só fará sentido se configurar uma forma de forçar a saída, logo após o Eurofestival, do chefe de uma equipa cheia de situações cinzentas. 

Adeus, brasileirão
Chegou ao fim, de forma tão discreta como arrancou, o reinado do futebol brasileiro na SIC Radical. A opção foi bizarra, e o director do canal até conseguiu culpar os espectadores, porque, diz ele, "gostam de clubes e não de futebol". Apesar do erro, honra a Pedro Boucherie Mendes, que deu a cara pelo fim deste flop na SIC Radical. 

Futebol espectáculo
A liga portuguesa é uma das mais emocionantes do mundo. Indiferentes ao discurso inflamado dos directores de comunicação, os futebolistas produzem óptimos espectáculos, com suspense até ao fim, e 4 candidatos ao título. Isto é o primeiro antídoto contra o politicamente correcto que rodeia o futebol: a nossa liga é fenomenal.  Outro dos lugares-comuns que urge combater diz que os comentadores poluem o ambiente. Pelo contrário: o sucesso do futebol vem do enorme impacto dos programas que discutem o jogo. Vamos assumi-lo sem complexos! 

Marcelo em castelhano
Sempre tão atento aos símbolos, foi curioso ver o presidente da República a expressar-se amiúde em castelhano durante a recente visita a Espanha. Sinal de maturidade, ou descuido de um político que vive da criação de laços de afectividade? Estou em crer que os portugueses já entendem sem complexos a necessidade de uma relação madura com o vizinho espanhol, mas que há riscos para o presidente Marcelo, lá isso há.

Mais notícias de O Tal Canal

TVI em chamas

TVI em chamas

O Programa de Fernanda Serrano antes do 'Jornal das 8' não lembra a ninguém. E as audiências são implacáveis – perdão, os portugueses. A primeira aposta de Felipa Garnel é um fracasso.
Geração Impulse

Geração Impulse

Esta história não é minha, é da minha amiga Alice, da minha prima Luísa, da minha colega de trabalho Sofia, de milhões de mulheres espalhadas pelo mundo que estão solteiras e que, entre duas relações, recorrem à reanimação de um namoro antigo ou de um caso mal resolvido para se sentirem vivas.
Costa tem mais audiência

Costa tem mais audiência

No balanço da primeira semana de debates televisivos, o duelo entre o líder do PS e o líder do PCP foi o mais visto até ao momento. Curiosamente, a coordenadora do Bloco de Esquerda é quem tem menos espectadores nos debates emitidos em antena aberta.
Orgulho em ser português!

Orgulho em ser português!

Venho, desde há uns tempos a esta parte a olhar com outros olhos para o cinema português. É gritante a evolução e a maturidade adquirida nos últimos anos. Realização, produção e elencos fortes começam a fazer acreditar que um dia a voz da sétima arte lusitana vai fazer-se ouvir com estrondo além-fronteiras.
O amor é...

O amor é...

...o que não precisamos para nada e sobretudo o que precisamos para tudo.
Golfinhos no Tejo

Golfinhos no Tejo

Só me interessam os amigos com quem atravessei a vida e que vão ficar para sempre.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!