'
Luísa Jeremias
Luísa Jeremias No meu Sofá

Notícia

Deus leva primeiro os que mais ama

Dizem que Deus leva primeiro os que mais ama. Eu diria antes: aqueles que são belos demais para este mundo. E a Sara já era um anjo, não uma menina.
08 de dezembro de 2020 às 18:30
...
Sara Carreira Foto: instagram
Nunca tive filhos. Se calhar por egoísmo. Porque não queria sofrer. Troquei as alegrias de ensinar o mundo pelo escudo de não assistir ao que jamais estaria pronta para ver. Nunca dei a desculpa de que o planeta não está "para pôr crianças aqui". Isso eu já sei. Que está tudo lixado. E é já na minha (nossa) geração. Não na deles. As minhas desculpas foram pessoais, se calhar cobardes, mas minhas. Por isso nunca saberei o que é passar pela perda de quem deveria ir embora depois de nós. Só imagino. E isso, ouvir relatos, presenciar... já é suficientemente terrível.

Conheci mal a Sara. Quase nada. Meia dúzia de palavras trocadas nos bastidores de um espetáculo do pai ,Tony. Foi pouco antes dela subir ao palco pela primeira vez e começar a crescer como cantora, por ela própria. A memória que guardo dela é de uma menina de uma doçura rara. Agarrada aos avós, inventando brincadeiras com eles, fazendo-os rir. Depois colada aos irmãos que a mimavam como uma bebé grande e linda, e sempre ao lado da mãe, companheira, amiga, confidente, "mana" mais velha. A Sara era daquelas meninas a quem só apetecia dar beijinhos e miminhos e contar histórias de encantar. Porque, de facto, ela era uma princesinha.
A Sara cresceu e continuou igual. Angelical. Era vê-la nos clips, nas stories do Instagram onde era quase uma exceção entre a loucura das miúdas da sua idade. A Sara era como a sua voz: limpa.

De forma que, quando soube o que aconteceu, na noite de sábado, quando as informações foram chegando, a conta-gotas, o frio que sentia na pele naquela noite fria – fria em casa, gelada lá fora – teimava em não passar. Aumentava. Não conseguia acreditar que fosse verdade. O que poderiam estar a sentir aqueles pais, sem saberem da filha, sem ela atender o telefone.
Dizem que Deus leva primeiro os que mais ama. Eu diria antes: aqueles que são belos demais para este mundo. E a Sara já era um anjo, não uma menina. À Fernanda, ao Tony, aos avós, ao Mickael e ao David, um abraço apertado. Ela está em paz.

Mais notícias de No meu Sofá

Deus leva primeiro os que mais ama

Deus leva primeiro os que mais ama

Dizem que Deus leva primeiro os que mais ama. Eu diria antes: aqueles que são belos demais para este mundo. E a Sara já era um anjo, não uma menina.
Quem é do mar regressa sempre ao mar

Quem é do mar regressa sempre ao mar

Do Pedro prefiro guardar o seu sorriso tão doce e tão despojado. Prefiro lembrar o seu trabalho dedicado a cada personagem, o seu tom sempre elegante e de cavalheiro, o seu amor pelo mar. É lá que ele se sentia livre. E é lá que viverá para sempre.

Mais Lidas

+ Lidas